Homem arma emboscada para mulher, a agride e comete estupro

 486 Visualizações

A Polícia Civil prendeu na segunda-feira (7/2) um homem de 27 anos suspeito de agredir e estuprar uma mulher, de 29, em Extrema, no Sul de Minas. Os agentes de segurança encontraram no carro do suspeito a calcinha rasgada da vítima, além de um canivete que teria sido usado no crime, ocorrido na madrugada de sábado (5/2).

A Polícia Civil informou que a vítima e uma amiga que mora com ela receberam dois homens na residência delas. O autor, então, pediu um copo com água para a mulher de 29 anos e, na sequência, solicitou que ela a ajudasse para buscar um fardo de cerveja no carro dele.

Emboscada

Quando chegaram no carro, segundo contam os policiais, o rapaz pegou um canivete e ameaçou a vítima de morte, obrigando que ela entrasse no veículo. Ele então levou a mulher para um local afastado da zona urbana da cidade, em um bairro de chácaras, e estacionou em uma rua escura.
 
“Com o ataque do autor, a vítima tentou fugir por duas vezes. Na primeira oportunidade, o suspeito a alcançou, desferiu chutes contra sua barriga e a arrastou de volta para o carro, consumando o estupro”, afirma a polícia.
 
“Na segunda tentativa de se salvar, o homem a alcançou e a arrastou pelos cabelos, além de agredi-la com chutes e tapas. Naquele momento, mais uma vez, o suspeito concluiu o abuso contra a vítima”, complementa.
Somente com a aproximação de um pedestre que passava pelo local, a vítima conseguiu fugir, ao gritar por socorro.
Calcinha rasgada e canivete foram encontrados no carro do suspeito – Foro: Divulgação/ PCMG

Como foi a prisão

 
Após colher declarações da vítima e testemunhas, a equipe de policiais civis da Delegacia de Extrema, com o apoio da Polícia Militar, identificou o autor, conseguindo a localização dele. Com isso, o delegado Daniel Leme solicitou a prisão do suspeito, sendo atendido pela Justiça.
 
No carro do autor foram encontrados o canivete usado no crime e a calcinha da vítima, que estava rasgada. A vítima realizou exame de corpo de delito, cujo resultado sai na próxima sexta-feira (11/2), e fez o reconhecimento do suspeito.
 
O autor foi encontrado em sua residência e conduzido a Delegacia de Extrema. Após a prisão, ele foi conduzido ao presídio de Extrema, onde aguardará julgamento.
 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.