Rodovias de Minas seguem com mais de 100 pontos de interdição

 354 Visualizações

Cerca de 700 pontos das vias que cortam Minas Gerais sofreram algum dano durante as fortes chuvas que atingiram o estado entre o final de dezembro e o início de janeiro. Embora as chuvas tenham perdido intensidade em parte do território mineiro, ainda nesta segunda-feira (24) há 101 pontos rodoviários onde o tráfego de veículos está parcialmente ou totalmente interditado. 

O mapa, feito em conjunto pelo Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), da Polícia Militar, e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), mostra que 85 pontos estão com interdição parcial e 16 com interdição total – entre rodovias federais e estaduais. 

O diretor geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER), Robson Santana, aponta os principais pontos de interdição. “Desses 700 pontos nós já conseguimos concluir totalmente 263. Temos outros 147 em andamento e outros 294 a iniciar. Principais pontos de interdição no estado na MG-354, entre Patos de Minas e Presidente Olegário, na MG-743, entre Patos de Minas e Quintino, existe uma interdição total das rodovias onde a expectativa de liberação para o tráfego é no final dessa semana. As equipes nossas estão trabalhando no local”, contou. 

“Na regional de Ponte Nova onde nós tivemos cinco interdições totais de pista nós conseguimos em menos de dez dias resolver as cincos. Estamos com interdição total na MG-123, entre Alvinópolis e Dom Silvério, que já está sendo executada. Por último uma ocorrência recente da ponte da BR-367 sobre o rio Jequitinhonha”, detalhou. 

O DEER espera gastar mais de R$ 100 milhões nas ações de reparação das vias. “O nosso cronograma de ações para reparação dos danos ele está sendo realizado de imediato. São várias ações simultâneas que estão ocorrendo em todo o estado. A gente está tentando dar uma resposta rápida aí para população no que diz respeito a desobstrução das estradas. E a expectativa de gasto aí com a os reparos devido as chuvas é da ordem de 113 milhões de reais”, afirmou. 

Conforme o diretor, até agora não há nenhum sinal de recursos federais vindo para o estado. Na última quinta-feira (20), o presidente em exercício, Hamilton Mourão, editou medida provisória abrindo crédito extraordinário no valor de R$ 418 milhões para reconstrução de estradas, principalmente na Bahia e em Minas Gerais.

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.