Fábio salva, Thiago Neves marca, e Cruzeiro derrota o Ceará pelo Campeonato Brasileiro

Thiago Neves marcou seu primeiro gol na temporada na vitória do Cruzeiro sobre o Ceará no Mineirão (Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)

Não foi nem de perto a melhor exibição da temporada, mas o Cruzeiro garantiu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Ceará por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (1º/05), no Mineirão. O time celeste contou com defesas milagrosas de Fábio, que pegou um pênalti de Ricardo Bueno no primeiro tempo, e com o gol de Thiago Neves para vencer o duelo válido pela segunda rodada do torneio nacional.[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

O próximo compromisso do Cruzeiro pela Série A é no domingo, dia 5 de maio, às 16h, no Mineirão. Antes do terceiro jogo pelo torneio nacional, contra o Internacional, em 12 de maio, o clube celeste terá duelo válido pela Copa Libertadores. Na quarta-feira, dia 8, a Raposa medirá forças com o Emelec, às 19h15, no Gigante da Pampulha, pela última rodada do Grupo B. 
 
O jogo
 
Com quatro mudanças em relação ao time que deixou o Maracanã derrotado pelo Flamengo por 3 a 1, no último sábado, o Cruzeiro encontrou dificuldades para impor seu ritmo no Mineirão. Além do retorno de Leo como substituto de Murilo, Mano Menezes optou por escalar Ariel Cabral, Robinho e Thiago Neves nas vagas de Henrique, Pedro Rocha e Rodriguinho.
 
Bem organizado, especialmente no setor defensivo, o Ceará foi responsável pelas primeiras finalizações da partida e teve um pênalti desperdiçado logo aos 18’. Lucas Romero tocou com o cotovelo na bola e o árbitro Wagner Reway, com ajuda do VAR Heber Roberto Lopes, marcou a infração. Fábio salvou o Cruzeiro ao defender cobrança de Ricardo Bueno. 
 
Depois de passar pelo sufoco, o Cruzeiro cresceu na partida. A primeira grande chance aconteceu aos 33’. Após boa trama com Ariel Cabral, Dodô chegou até a linha de fundo e cruzou para a área. Fred disputou com o zagueiro adversário e, na sobra, David – que substituiu o lesionado Marquinhos Gabriel – finalizou com força, mas para fora. 
 
Dois minutos depois, foi Edilson o responsável por assustar Diogo Silva. O lateral-direito finalizou de fora da área e bola raspou na trave direita do gol do Ceará. Os visitantes diminuíram o ímpeto ofensivo inicial e passaram a dedicar mais concentração para a marcação. Apesar disso, assustaram mais uma vez no fim do primeiro tempo. Aos 46’, Chico chegou a marcar, mas o assistente Bruno Boschilia viu o jogador em posição de impedimento. 
 
Precisando do resultado em casa, o Cruzeiro voltou do intervalo buscando com mais intensidade as jogadas ofensivas. A estratégia funcionou. Aos 5’, Robinho tocou para David na linha de fundo, o atacante devolveu para o meia-campista, que finalizou da entrada da pequena área. Diogo Silva fez importante defesa, mas, no rebote, Thiago Neves não desperdiçou. 1 a 0. Foi o primeiro tento do camisa 10 na temporada. 
 
Apesar do gol nos minutos iniciais, o Cruzeiro não aproveitou o momento para buscar espaços na defesa do Ceará. Chegou a assustar o goleiro adversário em mais dois lances isolados, mas nada que o fizesse aproximar do segundo gol na partida. Nos minutos finais, Mano Menezes promoveu substituições para reforçar o setor defensivo, o time celeste aguardou o Ceará no campo defensivo e viu Fábio salvar em duas oportunidades até ver Wagner Reway apitar o fim da partida. 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.