Itabira, Polícia

Polícia apreende menores que cogitavam ataque a escola em Itabira

Foto: divulgação/PMMG

Dois estudantes da Escola Estadual Trajando Procópio Alvarenga Silva Monteiro (PREMEM), foram apreendidos neste final de semana prolongado suspeitos de planejarem um massacre contra os alunos. O suposto atentado aconteceria nesta segunda-feira, dia 22.

De acordo com a Polícia Militar diversos pais de estudantes procuraram a direção da escola apontando que  tomaram conhecimento do suposto plano através das redes sociais. Os estudantes apreendidos, segundo a polícia, criaram um grupo no aplicativo WhatsApp, denominado “109”.

Os adolescentes, de 14 e 15 anos, foram apreendidos em suas casas. Na casa de um dos suspeitos a polícia apreendeu uma máscara de cor branca, além do aparelho celular do adolescente.

O menor confirmou que realmente teria tecido comentários no grupo de aplicativo WhatsApp sobre um possível massacre na Escola com outras pessoas durante conversa no aplicativo. O Menor disse ainda que quem criou o grupo “109” foi o primo dele, de 14 anos. 

Ainda de acordo com ele, o primo havia lhe enviado o link e o colocado como administrador do grupo, que após se tornar administrador teria adicionado pessoas de outros Estados, os quais começaram a enviar mensagens excitando um massacre na segunda feira.

No telefone do menor foram encontradas diversas conversas com ameaças e planejamento do ato.

De posse das informações os militares deslocaram até a residência do outro suspeito, no Bairro Gabiroba. No quarto dele nada de ilícito foi encontrado, mas o estudante confessou que criou o grupo no aplicativo a principio com os alunos do PREMEM com objetivo de estudos, porém, na quinta feira dia 18/04, colocou o primo como administrador do grupo lhe enviando um link e que seu primo enviou o link para outras pessoas, inclusive de outros Estados, que começaram a surgir mensagens de ameaças e também de massacre na segunda feira.

Os estudantes foram apreendidos por ameaças, sendo estes encaminhados a Delegacia de Polícia Cívil acompanhado pelos pais.

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend