Prefeitura e Vale anunciam criação de Grupo de discussões sobre o futuro de Itabira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 219 Visualizações

Exploração de minério em Itabira

O Executivo e o Legislativo itabirano, por meio do Prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB), o vereador e presidente da Câmara Municipal, Neidson Dias de Freitas (PP), e o gerente geral de mineração da Vale em Itabira, Rodrigo Chaves, anunciaram nesta terça-feira (17) em entrevista, a criação de um grupo de discussões sobre o futuro do município. 

Rodrigo Chaves respondeu questões sobre as projeções e cenário atual da Vale em suas minas em Itabira e descartou neste momento qualquer possibilidade da mineradora produzir e explorar minério de ferro na cidade fora do que já está licenciado. “Não temos projeções ou previsibilidade de investir em decisões fora além do que já estamos licenciados. Não iremos por exemplo avançar nossas áreas de exploração cada vez mais para dentro da cidade, como por exemplo na Vila Paciência. Vamos levar o limite até o que nós chamamos de licenças sociais”, pontuou.   

No centro das perguntas dos jornalistas, Rodrigo Chaves, ressaltou que além da continuidade na exploração da reserva de minério no município até 2028, a Vale permanecerá investindo em usinas de alta tecnologia e reservas de hematita e itabirito do quadrilátero ferrífero, que ainda podem ser processadas em Itabira, além do niquel, usado em bateria veicular. “Vamos continuar investindo em tecnologia e quem sabe aumentando nossas reservas, dentro de viabilidade técnica, econômica e social. É bom pensar como num todo, não importa que seja em 10, 20 ou 50 anos, mas é importante que o município crie esse cenário de discussões sobre o futuro da cidade”, destacou.

Vice-prefeita Dalma Barcelos, Presidente e vereador Neidson Dias Freitas, Prefeito Ronaldo Magalhães e Rodrigo Chaves Gerente Geral das Minas da Vale em Itabira

Rodrigo Chaves enfatizou a importância da criação dessas discussões em torno do futuro do município, o que frisou o gerente é um instrumento de planejamento de políticas públicas que envolve tanto a sociedade civil e o governo em um processo amplo e participativo de consulta sobre os problemas ambientais, sociais e econômicos de Itabira e o debate sobre soluções para esses problemas através da identificação e implementação de ações concretas que visem o desenvolvimento sustentável local. “Itabira precisa ser completamente competitiva para a Vale investir em novos projetos”, respondeu Chaves quando questionado sobre possíveis novos projetos da Vale.  

Rodrigo Chaves observou a relevância das autoridades públicas do município implementarem uma agenda local tendo como base de ação a construção, operacionalização e manutenção da infra-estrutura econômica, social e ambiental local, estabelecendo políticas públicas de desenvolvimento sustentável compartilhado. “A Vale seguirá prestando assistência na implementação de políticas de desenvolvimento do município com uma participação e cooperação junto as autoridades com a elaboração de fatores determinantes para o alcance dos objetivos”.

A composição do grupo de discussão ainda será anunciada pela prefeitura, Câmara Municipal e a Vale. Uma empresa de assessoria técnica deve ser contratada para atuar na concepção de propostas e projetos visando a diversificação econômica, com participação de entidades empresariais como a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Itabira (Acita), entre outras.

Veja o vídeo:

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *