Glaucius Detoffol Bragrança – E agora José? – Drummond, Quintana, Zé Geraldo, Sá e Guarabyra

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 178 Visualizações

E agora, José? A Copa encerrou, a festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou, e agora, José? 

Após um mês e um dia de Copa do Mundo na Rússia fica um breve balanço do que aconteceu nesse período:

  1. Fomos desclassificados. A esperança depositada no Técnico Tite se materializou numa Seleção que não refletiu a cara do povo brasileiro (Ou refletiu? Talvez… pensando bem… foi exatamente a nossa identidade atual): esperança de um amanhã melhor.
  1. No mundo: Durante a Copa ficamos atentos acompanhando a situação de resgate do time dos Javalis Selvagens de uma caverna na Tailândia. Após 18 dias de trabalhos intensos e morte de um mergulhador, os 12 adolescentes e seu treinador foram retirados com vida.

[pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”left”]Sá foi claro: ama teu vizinho como a ti mesmo (…) ele também quer sossego. Acontece que ele vive num horário diferente do teu.

Se por um lado a FIFA não emitiu comunicado de solidariedade ao time de FUTEBOL em seu site oficial, por outro celebramos a vida e a união humana.

  1. No Brasil: O Solta/Prende de Lula. Em uma arquitetada conduta foi buscada a liberdade do político condenado a mais de 12 anos de prisão. Para quem fala mal de “golpe”, não ficou legal. Mas quem vai ter mesmo que se explicar ao Tribunal e à Sociedade é o Desembargador intimamente ligado ao Partido Político de Lula que não se declarou suspeito ou impedido e determinou a soltura.

Zé Geraldo ensinou: Ei! Homem de Deus / Acorda é tempo ainda / Eis que teu tempo finda.

Se por um lado a decisão gera descrédito ao Judiciário, por outro demonstra a acessibilidade à Justiça em nosso País.

  1. No Estado de Minas: Pimentel é pré-candidato ao Governo de Minas Gerais. Aqueles que duvidavam da ousadia do Ser Humano suspiraram profundamente ao saber que o Governador Fernando Pimentel se lançou à reeleição. São exemplos do que acontece com Minas hoje em dia:
  • Os professores estaduais ficaram 42 dias em greve. Queriam apenas o cumprimento do que foi ajustado com o próprio Pimentel em 2015. E lhes digo: ainda não foi cumprido o prometido.
  • Há mais de dois anos 600 mil funcionários públicos estaduais que recebem seus salários parceladamente.
  • Ausência de repasse. O Estado de Minas recebe o IPVA e ICMS. Entrando valores no cofre, o Estado deve repassar aos Municípios parte do valor arrecadado. Ocorre que MG não paga o devido. O débito: 3 bilhões de reais!

Sim… Quintana: Eles passarão… Eu passarinho!

Se por um lado imoralidade e ilegalidade são presentes, por outro resta garantida a democracia.

  1. Em nossa Itabira: Prefeito e Vice absolvidos. Em julgamento de primeira instância haviam sido condenados a uma série de penalidades (inclusive perda dos cargos). A decisão apresentada pela Juíza em Itabira foi analisada pelos Desembargadores do TRE-MG e revertida.

Guarabyra pediu: Quero que você me faça um favor / já que a gente não vai mais se encontrar / Cante uma canção que fale de amor / Que seja bem fácil de se guardar.

Se por um lado muita gente acredita na culpa do Prefeito e sua vice, por outro os acusados terão a tranquilidade necessária para finalizar o trabalho de resgate financeiro de nossa cidade.

A Copa do Mundo é, realmente, um tempo de celebração e confraternização. Ocorre que a união dos povos é mundial, ou seja, ocorre no mesmo planeta em que a maioria dos acontecimentos se materializam. Não podemos nos permitir ficar alheios a tudo o que acontece em nome de uma Festa.

E agora, José?

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *