Mariana – Jovens e adultos buscam a qualificação para se destacar no mercado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 84 Visualizações

Tomadas, benjamins, fios e disjuntores. Além de ser responsável por manter funcionando equipamentos do dia a dia, a eletricidade esconde riscos como choques e até mesmo incêndios. Para preparar os profissionais que lidam com instalações elétricas é que a Fundação Renova, em parceria com Senai Mariana (MG), ofereceu o curso gratuito em NR-10, para 120 pessoas concluído por uma turma de 86 alunos no fim de abril.

Entre os participantes estava o eletrotécnico, Jailson Martins, 20 anos. O jovem, de Passagem de Mariana, destaca que essa foi uma oportunidade de aprender noções de segurança em instalações e prevenção de acidentes. “É um curso importante para nós que pretendemos atuar com elétrica, exercendo a profissão com segurança”, disse Jailson.

Exigida pelo Ministério do Trabalho, a NR-10 é uma norma que regulamenta a segurança em instalações e serviços elétricos. Segundo o instrutor do Senai Mariana, Brayan de Souza Gamarano, esse curso é essencial para todos os profissionais que lidam com eletricidade. “Quem não tem a certificação não consegue entrar no mercado formal. Além disso, hoje em dia, a qualificação aumenta as chances de trabalho”, assegura o instrutor.

De olho no mercado cada vez mais exigente é que a técnica em segurança do trabalho, Walkiria Santos da Silva, 34 anos, foi em busca deste curso. “Mais do que aprimoramento para a minha área de atuação, ter a certificação em NR-10 é oportunidade agregar aprendizado”, disse Walkiria.

Além do curso NR-10 (segurança e instalação em serviços elétricos), os moradores da região de Mariana têm a oportunidade de aperfeiçoamento na área de construção civil. Ao todo foram disponibilizadas 360 vagas para qualificação em cursos de marceneiro, auxiliar de marceneiro, carpinteiro de telhado, auxiliar de carpinteiro (telhado), pedreiro de acabamento e auxiliar de pedreiro (acabamento).

Em Mariana (MG), os cursos são oferecidos em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Sistema Fiemg/SENAI. A primeira turma da área de construção civil formou 27 profissionais em dezembro de 2017. A parceria com a FIEMG possibilitou curso na área gastronômica ministrada pelo SESI para 32 pessoas em Rio Doce e Santa Cruz do Escalvado. Já os cursos promovidos em parceria com a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) formaram 200 profissionais de áreas, como cozinha capixaba, modelagem e costura, a carpintaria nas cidades de Povoação e Regência, no Espírito Santo.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *