Para evitar novas tragédias nas estradas, operações especiais do Réveillon começam nesta sexta-feira

 85 Visualizações

Média de quase dez mortes por dia. Esse é o balanço dos óbitos em acidentes nas rodovias mineiras da última sexta até segunda-feira. Ao todo, tanto nas estradas estaduais quanto federais, 38 pessoas perderam a vida e 410 ficaram feridas no recesso de Natal. Para evitar novas tragédias na saída para o Ano Novo, as polícias Militar Rodoviária (PMRv) e Rodoviária Federal (PRF) prometem reforçar, a partir de amanhã, a segurança nas vias.

Só nas rodovias estaduais foram 209 acidentes, com 23 mortos e 294 feridos, nos quatro dias do feriado, segundo balanço divulgado ontem pela corporação.

A PMRv fiscalizou 30.160 veículos e realizou 1.946 testes de bafômetro, resultando na prisão de 29 motoristas embriagados. Além disso, foram recolhidas 130 carteiras de habilitação de condutores que passaram pelas estradas sob a jurisdição do Estado.

Movimento

“A partir de sexta-feira iremos colocar policiais que já estão escalados e também os do setor administrativo em pontos estratégicos das rodovias estaduais para que a saída para o Revéillon seja a mais tranquila possível”, afirma o tenente Pedro Henrique Barreiros, comandante de Policiamento do Anel Rodoviário de Belo Horizonte.

A expectativa é a de maior movimento a partir das 17h de amanhã até o fim da tarde de sábado. “Esperamos um grande número de veículos na BR-381, saída para o Espírito Santo ”, complementa Barreiros.

Nas federais

Já nas rodovias federais que cortam Minas, conforme balanço da PRF, 14 pessoas perderam a vida durante o feriadão. Foram 90 acidentes no período, que também resultaram em 201 feridos. A Operação Natal registrou 2.047 atuações e 20 prisões. Em relação às multas aplicadas, 3.384 ocorreram por excesso de velocidade e 457 por ultrapassagem em locais proibidos.

A PRF também irá reforçar a segurança a partir de amanhã. 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.