Sada Cruzeiro bate Coritiba e está na final do Brasil Bowl

 132 Visualizações

Sada levou a melhor sobre os paranaenses e está a uma vitória do título (Foto: Divulgação Sada Cruzeiro Futebol Clube)

Foi muito mais difícil do que era esperado, mas o Sada Cruzeiro está na final do Brasil Futebol Americano (BFA). Após ficar praticamente o jogo inteiro atrás do placar, o time mineiro conseguiu uma improvável virada no two-minute warning, e venceu o Coritiba Crocodiles por 17 a 10, neste sábado (18), no estádio Couto Pereira, se classificando para o Brasil Bowl.

A Raposa aguarda, agora, o vencedor do duelo entre Cuiabá Arsenal e João Pessoa Espectros, que jogam neste domingo, na Paraíba. Em caso de vitória dos nordestinos, a decisão da BFA será em Belo Horizonte. Caso os cuiabanos vençam, a decisão será na capital do Mato Grosso.

O jogo. Jogando sua primeira temporada na elite, a equipe cinco estrelas andou atrás do placar desde o primeiro quarto, quando sofreu um Touchdown do Coritiba. A partir desse momento, começou o sofrimento. Nenhuma jogada que o Cruzeiro, liderado pelo QB Alvaro Fadini, chegava ao destino desejado.

Enquanto isso, com a vantagem no placar, os paranaenses insistiam com o jogo corrido afim de gastar o tempo. E a tática dava resultado, tanto que o time conseguiu abrir 10 a 0 antes do intervalo.

Sabendo o que precisava fazer, o time celeste voltou com tudo. Mesmo assim, esbarrava na forte defesa do Coritiba, que bloqueava todas as boas jogadas mineiras. Mas o melhor estava por vir.

No início do último quarto, após uma excelente campanha, os cruzeirenses foram frustrados sendo impedidos de entrar na endzone, sendo obrigados a chutar o field goal. Porém, todo o esforço foi recompensado quando faltavam menos de dois minutos para o fim da partida.

Precisando do touchdown para empatar a partida, o Cruzeiro foi com tudo para o ataque e conseguiu chegar à porta da endzone após ótimo passe de Alvaro para Mega. Na jogada seguinte, o próprio QB conseguiu correr para endzone.

Extra point acertado e placar empatado, o Coritiba tinha a posse de bola, mas novamente a força do Cruzeiro apareceu, forçando um fumble, que foi retornado para a endzone, virando a partida e garantindo a classificação para a grande final. (SuperFC)

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.