CRUZEIRO – Mano quer conhecer projeto de futuro presidente e fará exigências para renovar contrato

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 82 Visualizações

Foto: Pedro Vilela/Lightpress/Cruzeiro /reprodução

O técnico Mano Menezes está afastado dos trabalhos no Cruzeiro por conta de um tratamento de pele realizado em São Paulo na última semana, mas nem por isso o treinador se desliga da situação política da Raposa. A recente eleição de Wagner Pires de Sá para ocupar a cadeira da presidência no próximo triênio (2018/2020) faz com que Mano queira tomar nota do clima nos bastidores do clube – pela troca de comando na vice-presidência de futebol – antes de definir se renova ou não o seu contrato com a equipe. 

A troca de comando no clube não é o maior empecilho para uma possível renovação de contrato de Mano Menezes. A permanência na Toca II, entretanto, dependerá de outros fatores tão importantes quanto. Como, por exemplo, o projeto que os novos dirigentes apresentarão ao treinador no primeiro “tête-à-tête” entre as partes. 

Ainda de acordo com informações apuradas pela reportagem, Mano Menezes quer quatro reforços para a próxima temporada e espera que a diretoria garanta pelo menos a contratação de dois dos jogadores que ele pretende indicar. Além disso, o técnico espera também uma valorização salarial pelo título conquistado na Copa do Brasil e, consequentemente, por ter conseguido classificação à Copa Libertadores de 2018. 

A intenção de seguir com o planejamento à frente do Cruzeiro se dá, justamente, pela chance de disputar o torneio continental mais uma vez. A última participação de Mano Menezes na Copa Libertadores aconteceu em 2010, pelo Corinthians. Naquela ocasião o treinador foi eliminado pelo Flamengo nas oitavas de final. 

Conversas

Após a vitória celeste sobre a Ponte Preta no sábado, em jogo adiantado da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o auxiliar técnico Sidnei Lobo – que comandou o Cruzeiro na ausência de Mano -, afirmou que o treinador conversará com o grupo de transição da Raposa nos próximos dias. 

Ele (Itair Machado, futuro gestor de futebol do Cruzeiro) me ligou querendo saber do desejo de permanecer. E eu disse exatamente isso, que o Mano vai retomar as atividades depois do tratamento, mas que o Mano vai ouvi-lo, com certeza, e tomar a melhor decisão. Isso vai ser discutido quando o Mano estiver presente. Não tenho dúvida que ele vai ouvir o Cruzeiro”, disse Sidnei Lobo.

Em São Paulo a imprensa local afirma que o Palmeiras seria um dos interessados em ter Mano Menezes no comando do Verdão em 2018. Apesar das especulações, o diretor de futebol do Alviverde, Alexandre Mattos, que já passou pelo Cruzeiro, desmentiu a situação. Tudo para preservar Cuca, atual comandante do Palestra Paulista, que tem contrato até 2018.

Outra possibilidade para Mano Menezes seria o São Paulo. No entanto, a vida do Tricolor Paulista anda complicada na Série A e o time luta contra o rebaixamento. Dorival Júnior é o atual comandante do time do Morumbi e ainda não há indícios de que possa haver mudança no comando técnico do clube.

Perspectivas

Após escolher pela saída da diretoria celeste, o ex-vice-presidente de futebol Bruno Vicintin chegou a dizer em algumas rodas de conversas que a renovação de Mano Menezes seria complicada. O antigo “VP da Raposa” ainda apostava que, pelas mudanças drásticas no comando do clube, o treinador até poderia optar por sair. 

O futuro presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, em entrevista exclusiva ao Hoje em Dia, garantiu que não mediria esforços para manter Mano no comando técnico do clube. 

“O Mano é um técnico visado no mundo todo, ele está entre os melhores técnicos do mundo. Vamos tentar segurá-lo. Vamos começar esse trabalho por agora. O gestor de futebol que escolhemos (Itair Machado) tirou alguns dias de férias, uma semana, mas já estamos em contatos estratégicos. Em uma semana vamos deslanchar um plano de tentar mantê-lo aqui, procurar reforços, e o que vamos precisar dentro das possibilidades são recursos para qualificar ainda mais o departamento de futebol”, disse.

“No futebol nós temos mais que um plano. Me falaram que no futebol temos que ter planos B, C e D. O ideal seria manter toda a estrutura vencedora. Contar com o Mano e com toda comissão é o nosso desejo A”, completou Pires de Sá. (Do Hoje em Dia)

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *