“Ganhamos um fôlego, mas a urgência continua”, diz Marco Antônio sobre novo prazo para exaustão mineral em Itabira

 726 Visualizações

Prefeito falou sobre o tema durante a posse da nova diretoria regional da Aposvale Itabira-Nova Era, na manhã desta terça-feira (19/04).

O prefeito Marco Antônio Lage abordou, nesta terça-feira (19/04), o novo prazo apresentado pela Vale para a exaustão das minas de Itabira. Em documento divulgado na semana passada, direcionado à Bolsa de Nova Iorque, a empresa alterou para 2041 a previsão de encerramento da atividade extrativista no município. São dez anos a mais de exploração mineral, o que, segundo o chefe do Executivo, não altera em nada a urgência da Prefeitura em discutir e concretizar projetos que garantam um futuro sustentável para Itabira.

“Ganhamos um fôlego, mas a urgência continua. Claro que é uma boa notícia, mas não podemos relaxar. São 20 anos até o novo prazo da exaustão, o que continua sendo muito curto para todo o trabalho que Itabira precisa fazer. Da nossa parte, nada muda. Vamos seguir discutindo os projetos com a Vale e trabalhando para que a cidade esteja preparada para a diversificação e a sustentabilidade”, disse o prefeito.

Marco Antônio falou sobre o tema durante a posse da nova diretoria regional da Aposvale Itabira-Nova Era. A cadeira de diretor será ocupada por Feliciano Domingues “Xerox”, a quem o prefeito parabenizou e conclamou para somar forças nas discussões sobre o presente e período pós-mineração.

O prefeito ainda comentou que apresentou à direção da Vale uma série de projetos estruturantes que precisam ser executados em Itabira como forma de preparar a cidade para prospectar outras atividades econômicas. Entre eles, Marco Antônio citou a duplicação das MGs 129 e 433, que ligam o município ao trevo da BR-381; a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Tanque; e o campus local da Unifei.

“Seguimos com a luta pela sustentabilidade. Temos todo o histórico da mineração em Itabira, prestes a completar 80 anos, e vamos em frente com o diálogo franco e aberto com a Vale. Sem perder de vista a nossa missão que é preparar Itabira para a sobrevivência pós-exaustão mineral”, finalizou o prefeito.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.