Prefeitura divulga resultado do novo Liraa

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou nesta sexta-feira (5) os dados do último Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti, realizado entre os dias 18 e 22 de outubro, em diversos bairros do município. O indicador aponta que Itabira está em situação de alerta para o número de focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chinkungunya. O índice médio de infestação é de 2,9%, decorrente de uma variação entre 0% e 20%. A Organização Mundial de Saúde (OMS) assinala como aceitável um índice inferior a 1%.

A investigação foi feita em 1.819 imóveis escolhidos de maneira aleatória por meio de um programa do Ministério da Saúde (MS). O método utilizado é a amostragem: o aplicativo sorteou os bairros, quarteirões e imóveis que foram visitados pelos agentes comunitários de endemias (ACE).

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde, Natália Franco Barbosa de Andrade, a situação em Itabira é preocupante. Grande parte dos criadouros do Aedes aegypti estão nas residências em depósitos como caixas d’águas, vasos/ frascos, pratos, pingadeiras, recipientes de degelo de geladeiras, bebedouros em geral (inclusive de animais), fontes ornamentais e depósitos para armazenamentos domésticos (tonel, tambor, barril, tina, filtros, entre outros).

A OMS preconiza como médio risco de surto de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti um índice entre 1% e 3,9%. Acima de 4% já é considerado surto. Por esse Lira ter sido realizado em outubro, consideramos que não estamos em uma situação confortável uma vez que é apenas o início do período das chuvas. Temos que lembrar que o mosquito consegue sobreviver sem contato com a água por até um ano”, explicou.

A SMS ressalta que a população deve continuar atenta aos cuidados cuidados para evitar a proliferação do mosquito. Tampar tonéis e caixas d’água, manter as calhas sempre limpas, deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo, lixeiras bem tampadas, ralos limpos e com aplicação de tela, limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia, limpar com escova ou bucha os potes de água para animais e retirar a água acumulada atrás da máquina de lavar e da geladeira, são algumas das atitudes que todos devem proceder.

Denúncias sobre locais onde há focos do mosquito por meio do Disque Dengue: 3839-2600.

Fonte: ACOM-PMI/SMS

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.