Marcelo Moreno compra todas as balas de um vendedor na rua e faz jovem chorar de emoção

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 105 Visualizações

Marcelo Moreno atende pedido do rapaz que ele comprou todo o estoque de bala e tira uma foto com ele – Foto: reprodução de vídeo do Quik

Depois de participar de ação social na comunidade do “Marimbondo”, em Contagem, e ajudar na doação de cinco toneladas de alimentos, o atacante Marcelo Moreno fez ainda mais e proporcionou um grande momento de felicidade para um vendedor de balas que trabalhava na rua.

Na tarde da última quarta-feira (29), o “Flecheiro” se deparou com um jovem que trabalhava vendendo balas em um semáforo, numa movimentada avenida do Água Branca, bairro que fica na divisa entre Belo Horizonte e Contagem. E o jogador surpreendeu o rapaz com “a compra” de todo o pequeno estoque do trabalhador. 
Mesmo sem levar os produtos, para que o vendedor pudesse faturar ainda mais com as vendas, Moreno entregou uma quantia em dinheiro para o rapaz, que não aguentou de emoção. O momento foi todo registrado pelo “Canal do Quik”.

“Vendo bala para ajudar minha mãe. Deus me falou no meio do caminho, vou ver, conhecer alguém famoso hoje. Ele (Deus) falou que ia me honrar (…)”, disse o vendedor em lágrimas após Moreno dizer que compraria todas as balas.

Perguntado pelo “Quik”, responsável pela filmagem, se gostava do Marcelo Moreno, o vendedor comentou: “Demais. Deus te abençoe. Posso tirar uma foto com você?”, Perguntou.

Antes de registrar em fotografia o momento que certamente nunca mais será esquecido, o rapaz, dividindo-se entre as lágrimas de emoção e alegria, disse ao responsável pela filmagem: “você é locão, mano? Eu estou todo suado”. O que não foi e nem seria impedimento para que houvesse a entrada dele no carro para tirar a foto.

Marcelo Moreno CruzeiroGaroto se emociona com atitude de Marcelo Moreno, que comprou todo o seu estoque de balas na divisa de Contagem com Belo Horizonte

“É muito gratificante ser reconhecido nas ruas, ainda mais por pessoas que são humildes e vão para a luta todos os dias. Pessoas que precisam daquilo para poder levar comida para casa. Eu tive nessa situação, vivi isso na minha infância, sei como é ir para a rua tentar conseguir o pão de cada dia, já vivi isso. Vi também muita gente famosa na minha infância e eu me emocionava do mesmo jeito, passou um filme pela minha cabeça. O que eu fiz foi tentar ajudar o menino, tentar retribuir com carinho, com uma ajuda econômica pra ele, para que ele possa se ajudar também nesse momento tão difícil que o mundo está passando nessa pandemia.

Tomara que ele possa conquistar os sonhos que todo brasileiro tem, de ser alguém na vida.”, disse Marcelo Moreno após o encontro que emocionou o jovem que vendia balas.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *