NOVO CORONAVÍRUS – Itabira completa um mês de isolamento contra a pandemia

 387 Visualizações

Avenida João Pinheiro, na região Central da cidade completamente vazia

Foi em 16 de março que o prefeito de Itabira, Ronaldo Lage Magalhães (PTB), assinou o decreto de isolamento social e de restrições de circulação em Itabira. Efetivamente, a partir do dia seguinte é que as medidas entraram em vigor, mudando radicalmente o cenário do município. Nesta semana, completamos 30 dias de quarentena por conta do coronavírus, com 344 casos suspeitos, um óbito e ainda 6 casos confirmados da doença.

Ao mesmo tempo, os impactos econômicos do vírus surgem diariamente com suspensões de contratos de trabalho, demissões e fechamento de empresas. Empresas como a mineradora Belmont suspendeu dezenas de contratos e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), sofre pressão para a reabertura do comércio.

No entanto, Itabira entra na primeira semana após um mês de isolamento, sem uma perspectiva de retomada das rotinas. A pressão de setores econômicos cresce diariamente, o que é natural diante das perdas apresentadas por entidades civis organizadas. Ao mesmo tempo, especialistas em saúde cobram a manutenção do isolamento. Órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público, pedem que as flexibilizações somente ocorram diante de comprovações médicas.

Aliado a tudo isso, o comportamento da população está intrinsecamente ligado ao sucesso do isolamento. Os efeitos na curva de casos vão ser sentidos com mais intensidade caso a quarentena tenha sido cumprida pelas pessoas. Quanto mais rápido a doença for contida, mais fácil será a retomada. 

LEITOS

O Governo Municipal ampliou medidas para reforçar a assistência hospitalar no enfrentamento ao novo coronavírus. A reorganização da rede municipal já conta com 34 novos leitos exclusivos para atender à Covid-19 – 11 no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) e 23 no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), que teve todo um andar separado para atender os casos. O número inclui enfermaria e também Unidade de Terapia Intensiva (UTI): todos prevendo isolamento respiratório.

O Governo prevê a instalação de mais 114 leitos para o coronavírus nos dois hospitais, totalizando 148 para atender os casos da doença. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alugou uma estrutura para possibilitar que o primeiro contato da equipe assistencial aos pacientes com sintomas gripais se dê fora da unidade hospitalar. Assim, as pessoas com suspeita de Covid-19 passarão por uma triagem na parte externa do Pronto-Socorro Municipal de Itabira, anexo ao HNSD, antes de seguir para as dependências internas.

O Hospital Nossa Senhora das Dores tem hoje 110 leitos para atender o Sistema Único de Saúde (SUS) como um todo, considerando leitos clínicos, cirúrgicos, maternidade e UTI. O HMCC, por sua vez, tem 74.

TELECONSULTA

De acordo com a Secretaria de Saúde, a plataforma funciona das 7h às 19h horas, todos os dias, para atender pacientes com sintomas respiratórios leves. O projeto faz parte das medidas emergenciais contra o coronavírus do município.

O primeiro contato, segundo a secretaria, pode ser realizado pelo telefone ou Whatsapp: (31)3839 2133.

ITABIRAVOUCHER

O prefeito Ronaldo Magalhães criou Lei que propõe auxílio de R$ 200 para as famílias itabiranas mais vulneráveis. A concessão do cartão social chamado Itabira Voucher destina-se à compra de alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal e gás de cozinha.

O benefício deverá ser disponibilizado por meio de cartão magnético, do tipo cartão-alimentação, aceito em estabelecimentos credenciados. O Itabira Voucher permanecerá instituído enquanto perdurar a situação de emergência e calamidade em saúde pública no Município devido à Covid-19.

A medida integra um pacote social de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Entre outras ações, está em formatação pela Secretaria Municipal de Educação o projeto “Merenda em casa”, que fornecerá alimentação para os alunos da rede municipal de ensino. Para essa iniciativa serão destinados recursos da merenda escolar, haja vista as instituições estarem com as aulas suspensas.

Poderá receber o auxílio o responsável familiar que está desempregado, em trabalho informal e contribuinte do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que cumpra requisitos como ter renda familiar de até dois salários-mínimos, ou renda per capita de meio salário-mínimo e estar inserido no Cadastro Único (CadÚnico). Outros detalhes serão amplamente divulgados após a regulamentação do Itabira Voucher. A Lei ja foi aprovada pela Câmara Municipal. 

TRANSPORTE PÚBLICO

O Governo Municipal determinou a suspensão da gratuidade no transporte coletivo itabirano para pessoas com 65 anos ou mais em horários de pico. O objetivo da medida é evitar a circulação de idosos em meio ao risco de contágio pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2). A regra valerá a partir da próxima quinta-feira, 23 de abril.

O horário de pico compreende o intervalo entre 5h e 8h59, na parte da manhã, e entre 16h e 19h59. A determinação consta no Decreto 3.238/20,  publicado no Diário Oficial do último sábado (18).

O decreto representa mais um esforço da Administração Municipal para reduzir a aglomeração de pessoas e proteger a terceira idade, um dos grupos de risco em relação ao novo coronavírus.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.