Esportes, Futebol

Atlético sofre, mas vence Chapecoense de virada em partida pelo Brasileirão

* Informações do Hoje em Dia

Contra a Chapecoense, o Atlético fez um jogo de extremos. Levou um gol nos primeiros segundos de partida e, mesmo com um time totalmente reserva, conquistou a virada no último minuto, vencendo por 2 a 1, neste domingo (14). Além dos três pontos, que põem o Galo na quarta posição do Campeonato Brasileiro, com 19, a vitória baseada na superação também serve de motivação para o time titular buscar a classificação diante do Cruzeiro, na quarta-feira (17), pela Copa do Brasil, em que precisará fazer três gols de diferença.

Foto: HED/reprodução

O azar do Atlético foi ser surpreendido logo na saída de bola da Chapecoense, que chegou ao gol com 20 segundos, numa falha gritante da defesa, que permitiu o cruzamento de Eduardo, pela direita, e o cabeceio do atacante Everaldo, que subiu sem marcação para escorar a bola no canto direito de Cleiton.

No campo molhado, devido às chuvas que caíram em Chapecó antes da partida, o Galo já tinha recebido dois cartões amarelos, para Leonardo Silva e Vinicius Goes, com apenas 12 minutos de jogo. Apesar do início ruim, o time mineiro teve maior volume no primeiro tempo, com os donos da casa preferindo sair em contra-ataque.

Criação

O Atlético não soube transformar este domínio em gols, mostrando muita dificuldade de criação, com Vinicius muito apagado, prevalecendo as jogadas individuais de Otero e Geuvânio. Faltava ao time mais intensidade no ataque, com mais chutes a gol, aproveitando o controle que tinha no meio-campo, exibindo mais passes certos do que a Chapecoense.

No segundo tempo, o Galo voltou mais elétrico e quase marcou no início, após cobrança de escanteio de Otero. Maidana cabeceou e a bola acertou o travessão. A entrada de Bolt deu mais gás para o Galo.

Pênalti

Num chute dele, interceptado com o braço pelo zagueiro adversário dentro da área, foi que o alvinegro quase chegou ao empate – ao 26 minutos. Ricardo Oliveira bateu o pênalti, mas de forma displicente, facilitando a defesa do goleiro. Oliveira não marca um gol desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Buscando a virada, diante de time que não vive bom momento na competição, o técnico Rodrigo Santana resolveu arriscar. Tirou o volante paraguaio Martínez – que fez a estreia, junto com o lateral-esquerdo Hernández – colocando em campo o atacante Papagaio, que só havia feito duas partidas pelo Galo desde que veio emprestado do Palmeiras.

Na jogada seguinte, o Galo conseguiu igualar o placar. Numa cobrança de falta de Otero, o goleiro recebeu a bola, Bolt pegou o rebote e cruzou para o meio da área para Maidana, que vinha fazendo ótima partida, arrematar.

No finalzinho, aos 54 minutos, com o Atlético em cima, o time fez o gol da virada. Vinicius, que não vinha fazendo uma boa partida, entrou na área, após passe de Ricardo Oliveira, e dribla duas vezes, chutando na saída do goleiro, por cima. 

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend