Após recorde, Minas pode ter temperatura negativa; mínima em Itabira será abaixo de 8°C

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 208 Visualizações

O frio parece que veio para ficar. Ao menos até esta segunda-feira. Depois de bater recorde de baixa temperatura, Minas Gerais poderá ter mais um dia com índices negativos. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros podem marcar até -1°C em cidades do Sul do estado. Há previsão de geada. O tempo gelado também continua em Itabira. A cidade que inicia nesta semana seu 45º Festival de Inverno de Itabira (FII), no próximo dia 13, deve ter mínima de até 8°C na madrugada desta segunda-feira (08). A tarde a máxima deve ser de 19°C.

Os moradores devem se preparar. A presença de massa de ar frio polar vai continuar deixando as temperaturas baixas no território mineiro. “A onda de frio ainda segue presente neste início de semana sobre Minas Gerais. A umidade relativa do ar tende a atingir valores inferiores
a 30% à tarde em grande parte do estado”, explicou o Inmet em seu boletim diário. “ Há previsão de formação de geada em pontos isolados da região sul do estado”, alertou. 

O frio vai atingir todas as regiões do estado. De acordo com o Inmet, no Sul do Estado, os termômetros devem marcar temperaturas negativas, de até -1°C. Em BH, pode chegar a 6°C, no Noroeste do Estado, 9°C, Norte, 10°C, Jequitinhonha, 8°C, no Rio Doce e Mucuri, 11°C, Zona da Mata, 6°C, Oeste, 5°C, Triângulo e Alto Paranaíba, 4°C, e na Região Central, 9°C. 

Recorde de frio

Belo Horizonte teve a menor temperatura do ano neste domingo.  Os termômetros marcaram 5,7°C na estação do Cercadinho, às 7h, segundo Inmet. Antes, o patamar mais baixo que já tinha sido medido no ano ocorreu em 5 de junho, quando o registro foi de 9,1°C. 

Em Monte Verde, os termômetros marcaram -2,1°C, recorde do estado. Antes desse patamar do fim de semana, o recorde havia sido marcado no mesmo dia 5 de junho, com a temperatura de 1,6°C em Maria da Fé, também no Sul do estado.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *