Notificações de febre maculosa chegam a 65 em Contagem

G1 Minas

O número de notificações de febre maculosa em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, chegou a 65. O dado foi informado pela Secretaria de Saúde da cidade na sexta-feira (21/06).

Destes 65 casos, 59 casos estão em investigação e seis casos foram confirmados. Dos confirmados, quatro pacientes, todos de uma família, morreram.

A cidade enfrenta o aumento de casos da doença que é transmitida pelo carrapato-estrela. Várias ações já foram adotadas, entre elas a vermifugação de cavalos, um dos hospedeiros do parasita. Cães, capivaras e até aves também são hospedeiros do carrapato-estrela.

Na próxima segunda-feira (24), técnicos da Secretaria de Meio Ambiente de Contagem vão vistoriar uma área de mata no bairro Vila Boa Vista, que faz divisa com Belo Horizonte, atrás do zoológico, na Região da Pampulha.

Eles vão tentar identificar se há um banco de capivaras na região. A Pampulha é uma região onde são encontradas muitas capivaras e há a possibilidade de algumas delas não terem passado pelo programa de manejo dos animais e, portanto, não terem sido castradas.

Uma inspeção noturna já foi feita por técnicos de Contagem às margens do Córrego Água Branca. Pegadas de capivaras foram identificadas. Segundo a prefeitura da cidade, o trabalho de pesquisa é para traçar estratégias de manejo dos mamíferos e combater a proliferação do carrapato-estrela e da febre maculosa.

Ciclo da febre maculosa envolve carrapatos e capivara — Foto: Amanda Paes/G1
Ciclo da febre maculosa envolve carrapatos e capivara — Foto: Amanda Paes/G1

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.