Única vitória do Atlético no Paraguai na história foi justamente contra Cerro, há 38 anos

Rádio Itatiaia

Precisando vencer as quatro últimas partidas do Grupo E da Copa Libertadores para se manter forte na briga por uma vaga nas oitavas de final do torneio, o Atlético volta ao Paraguai após dois anos para enfrentar o Cerro Porteño nesta quarta-feira (10/04), às 19h15 (de Brasília). O desempenho do clube alvinegro no país vizinho não é dos melhores, mas o time pode se apegar ao retrospecto diante do adversário. [pro_ad_display_adzone id=”44899″ align=”right”]

O Atlético disputou nove jogos na história no Paraguai (sete pela Libertadores e duas pela Copa Conmebol). Conquistou apenas uma vitória, empatou quatro e foi derrotado outras quatro vezes, aproveitamento de 25,9%. A última visita do Galo ao país vizinho ocorreu em abril de 2017, quando perdeu por 1 a 0 para o Libertad, pela fase de grupos da Libertadores.

Mas o retrospecto ruim é minimizado neste momento por duas coincidências: 1º – a única vitória atleticana em terras paraguaias aconteceu justamente contra o Cerro Porteño, no dia 21 de julho de 1981, por 1 a 0, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção; 2º – o gol do triunfo alvinegro foi marcado por Éder Aleixo, que atualmente integra a comissão técnica de Levir Culpi, aos 42 minutos do segundo tempo (confira a ficha técnica do jogo ao fim da matéria).

No total, Atlético e Cerro Porteño já se enfrentaram duas vezes no Paraguai, com uma vitória para cada lado. Antes do triunfo alvinegro, em 1981, o Ciclón havia vencido o primeiro duelo entre as equipes em 1972, também pela Copa Libertadores.

Na estreia na fase de grupos deste ano, o Atlético perdeu para o Cerro por 1 a 0, no Mineirão. Com apenas três pontos em três jogos, o Galo ocupa a terceira posição no Grupo E, a seis do Ciclón, que lidera, e três atrás do Nacional-URU. O lanterna é o Zamora-VEN, que não somou nenhum ponto.

Uma vitória nesta quarta-feira é fundamental para a pretensão do Galo de ainda sonhar com a classificação para as oitavas de final. Um empate, que poderia ser considerado um bom resultado, complicaria ainda mais a já difícil situação do time alvinegro na chave, pois, na mesma rodada, o Nacional recebe o Zamora, em Montevidéu, e pode chegar a nove pontos caso vença.

Jogos do Atlético no Paraguai

Copa Libertadores

16/03/1972 – Olimpia    2 x 2 Atlético
19/03/1972 – Cerro Porteño 1 x 0 Atlético
17/07/1981 – Olimpia    0 x 0 Atlético
21/07/1981 – Cerro Porteño 0 x 1 Atlético
17/07/2013 – Olimpia 2 x 0 Atlético
12/03/2014 – Nacional 2 x 2 Atlético
19/04/2017 – Libertad    1 x 0 Atlético

– 7 jogos: 1 vitória, 3 empates e 3 derrotas (28,5% aproveitamento)

Copa Conmebol

23/09/1992 – Olimpia 1 x 0 Atlético
21/07/1998 – Cerro Corá 0 x 0 Atlético

– 2 jogos: 1 empate e 1 derrota (16,6% aproveitamento)

Total
9 jogos no Paraguai – 1 vitória, 4 empates e 4 derrotas (25,9% aproveitamento)

Ficha técnica da única vitória do Atlético no Paraguai:

Cerro Porteño 0 x 1 Atlético
 
Cerro Porteño: Roberto Fernandéz (Gamarra); Dario Figueiredo, Ovellar, Julio dos Santos, Isidoro Sandoval, Juvencio Osorio, Carmona (Acosta), Aldo Florentim, Ignácio Fernandez, Eugenio Jimenez e Neri Franco. Técnico: Robustiano Maciel

Atlético: João Leite, Orlando, Osmar Guarnelli, Luisinho, Miranda, Chicão, Toninho Cerezo, De Rosis (Fernando Roberto), Vaguinho, Reinaldo e Éder Aleixo. Técnico: Carlos Alberto Silva

Gol: Éder Aleixo (42’/2º)

Motivo: 3ª rodada do Grupo 3 – Copa Libertadores de 1981
Local: Estádio Defensores del Chaco, no Paraguai
Árbitro: José Luiz Rosa (URU)
Público: 4.566 pagantes

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.