Colunistas, Nivaldo Ferreira

NIVALDO FERREIRA – Itabira e a Unifei

A história do ensino superior em Itabira começou há cinco décadas, em 1968, quando foi criada a Faculdade de Ciências Humanas de Itabira – FACHI, através de um convênio entre a Fundação Itabirana Difusora do Ensino (FIDE) e a Sociedade Mineira de Cultura, mantenedora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais. 

No início da década de 1990 Itabira quase ficou sem sua única faculdade, mas em 5 de outubro de 1993 foi criada a Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira – Funcesi, que já está completando 25 anos, cujo principal objetivo era garantir a continuidade dos cursos da FACHI e buscar novos cursos, que vieram nos anos seguintes com a implantação de cursos de Administração e Ciências Contábeis, Turismo, Direito, Sistemas de Informação e cursos na área de saúde.

As mobilizações estudantis, comunitárias e políticas ocorridas na década de 1990 para que o ensino superior não acabasse em Itabira fizeram surgir também outras escolas de nível superior, como o Censi, e alguns grupos empresariais trouxeram outras escolas, como a Universidade Presidente Antônio Carlos – Unipac. Além disso, levaram nossas lideranças políticas a buscar formas de viabilizar a implantação de uma universidade pública – tentou-se trazer Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) e outras escolas, mas parecia impossível.

Até que uma parceria entre a Vale, a Prefeitura de Itabira e a Universidade Federal de Itajubá (Unifei) possibilitou a criação de um “campus avançado” dessa universidade em Itabira, cujos primeiros cursos começaram a funcionar em 2008 – ou seja, já temos 10 anos de funcionamento da Unifei em Itabira… E a cada dia estão chegando mais escolas de ensino superior ao nosso município, atraindo estudantes de toda a nossa região e também de várias outras regiões do Brasil.

Para ajudar a população de Itabira, nossos gestores públicos e nossas lideranças empresariais, políticas e comunitárias a perceberem o grande potencial de desenvolvimento da Unifei e das demais escolas de ensino superior que aqui estão instaladas ou se instalando, eu fiz algumas visitas e contatos telefônicos e/ou virtuais para buscar informações sobre os grupos de trabalho que estão organizados ou se organizando dentro do campus itabirano da Unifei e cito alguns a seguir.

EMPRESAS JUNIORES

Uma Empresa Junior é uma associação civil sem fins lucrativos e com objetivos educacionais, formada por alunos de ensino superior ou técnico – no campus da Unifei em Itabira já foram formadas algumas empresas juniores e seus membros contam com a ajuda de professores e têm a oportunidade de vivenciar a rotina do mercado de trabalho através da prestação de serviços nas áreas de atuação de cada empresa junior.

Até o momento consegui confirmar a existência de 6 (seis) empresas juniores funcionando no campus da Unifei em Itabira: Up Consultoria Jr, ligada ao curso de Engenharia de Produção; Dharma Consultoria Ambiental, com alunos da Engenharia Ambiental; Atlas Jr, integrada por alunos de Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação e Engenharia Elétrica; Tetra Jr, composta por alunos do curso de Engenharia de Materiais; Brick Jr, formada por estudantes de Engenharia da Mobilidade; e Bolt Jr, com alunos de Engenharia Mecânica.

PROJETO RONDON

No campus da Unifei em Itabira está em funcionamento também uma equipe do Projeto Rondon, existente na maioria das universidades federais para realizar projetos na área social – a equipe desse projeto em Itabira recebeu o pomposo nome de “Maré Verde” e conta também com estudantes da Funcesi.

BATERIA CALANGODUM

Outra área contemplada nos trabalhos realizados pela Unifei em Itabira é a área cultural – um dos destaques dessa área é a Bateria Calangodum, que realiza oficinas de música e participa em competições de baterias universitárias, além de desenvolver parcerias com entidades e projetos socioculturais em Itabira, buscando o incentivo à música e à cultura e estreitando o elo entre a sociedade itabirana e a Unifei.

ENGENHEIROS SEM FRONTEIRAS

A organização não-governamental Engenheiros sem Fronteira também tem um núcleo em Itabira, formado em 2012 por alunos da Unifei, que conta ainda com alunos de cursos de engenharia da Funcesi – eles realizam várias ações em parceria com outras organizações de Itabira e região e atualmente têm em andamento projetos nas áreas de Comunicação, Diversão e Empreendedorismo Infantil, Eletricidade, Educação Financeira, Inclusão Digital e Meio Ambiente.

E TEM MUITO MAIS

É isso mesmo! As informações que divulgamos na coluna de hoje são só a “ponta do iceberg” sobre o que Itabira precisa saber a respeito da Unifei e das atividades que estão sendo desenvolvidas por alunos, professores, equipes técnicas e equipes administrativas dessa importantíssima organização, que é apontada como um dos principais potenciais para o desenvolvimento de nosso município e de toda a região.

Aguardem mais informações nas próximas semanas… E quem puder, faça uma visita ao campus da Unifei em Itabira e procure fazer contato com as pessoas e as organizações que estão ajudando a construir o futuro de Itabira. Até a próxima!

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend