Basquete, Esportes

BASQUETE – Quem vai ser o braço direito de LeBron James na decisão da NBA?

* Do SportTV

Virou mania dizer que LeBron James joga sozinho no Cleveland Cavaliers. Em fevereiro, quando a equipe se desfez de jogadores de nome como Dwayne Wade, Isaiah Thomas e Derrick Rose, a franquia apostou em uma formação de time exclusivamente em torno de LeBron James.

– Eu não levo isso à sério (sobre LeBron “jogar sozinho”). Temos grandes jogadores aqui, que trabalham duro e que chegaram na final da NBA. Nós nem ouvimos esse tipo de coisa – disse o técnico Tyronn Lue.

LeBron James no treino dos Cavs (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

LeBron James no treino dos Cavs (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

Mesmo com pouco tempo para acertar a equipe de novos jogadores, o Cleveland conseguiu se classificar para os playoffs em quarto na conferência leste e eliminou Indiana Pacers (4 x 3), Toronto Raptors (4 x 0) e Boston Celtics (4 x 3) para chegar a quarta final de NBA seguida.

Nesses playoffs, LeBron é o cestinha do time com média de 34 pontos e também lidera os Cavs em assistências, roubadas de bola e tocos. O segundo maior pontuador da equipe é Kevin Love com apenas 13,9 pontos. Para a série final, LeBron James vai precisar de ajuda dos companheiros para superar o poderoso adversário. Mas quem poderia ser esse fiel escudeiro de LeBron? Quem pode ser o braço direito do Rei?

Kevin Love

Considerado um “All Star”, o ala-pivô não consegue executar nesse playoff o talento que já mostrou em outros momentos na NBA. O jogador é o líder em rebotes da equipe com média de 10 por jogo e só fica atrás de LeBron em pontos (13,4), mas é pouco para uma estrela como ele. Kevin Love se recupera de uma concussão no crânio sofrida na série contra o Boston Celtics, é dúvida para a partida de hoje, mas deve se recuperar a tempo para disputar a série final. Love já conquistou um anel de campeão da Liga, em 2016, pelo Cleveland, mas naquela ocasião Kyrie Irving era o principal suporte de LBJ.

Kevin Love (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

Kevin Love (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

J.R. Smith

Grande amigo pessoal de LeBron, J.R. Smith também é um remanescente do time campeão de 2016. Jogador experiente de 32 anos, J.R. não costuma sentir a pressão em jogos difíceis, e tem bom aproveitamento na linha de três pontos, atrás apenas do gatilho de Kyle Korver. J.R. Smith ainda não deslanchou nesses playoffs. Com uma tímida média de 8,1 pontos, o jogador é homem de confiança de LeBron e do treinador Tyronn Lue, e tem personalidade de sobra pra assumir mais responsabilidades nessa reta final.

J. R. Smith (Foto: David Richard)

J. R. Smith (Foto: David Richard)

George Hill

Armador clássico, George Hill chegou em fevereiro ao time, quando houve grande reformulação no elenco. Apesar de priorizar o passe e a organização do time, Hill também tem bom potencial de pontuação, com bom arremesso de fora e ótima capacidade atlética para infiltrações. O armador fez uma grande partida no jogo 6 da série contra os Celtics, fez 20 pontos, em ocasião que eliminaria o Cleveland em caso de derrota e mostrou que pode crescer em momentos decisivos.

George Hill (Foto: Gregory Shamus/Getty Images)

George Hill (Foto: Gregory Shamus/Getty Images)

Jeff Green

Por causa da lesão de Kevin Love, Green foi titular no jogo 7 contra o Boston Celtics e atuou muito bem. Anotou 19 pontos, atrás na pontuação da equipe apenas de LeBron e fez cestas decisivas para a classificação do time na quarta final seguida. Jeff Green é forte e rápido, tem bom chute de três e é um ótimo defensor. Contra Kevin Durant, Stephen Curry e Klay Thompson, será necessária uma boa defesa durante toda a partida.

Jeff Green (Foto: Mike Lawrie/Getty Images)

Jeff Green (Foto: Mike Lawrie/Getty Images)

Kyle Korver

Uma máquina de arremessos de três pontos. Korver tem 45% de aproveitamento nos chutes de três, nesses playoffs. Costuma vir do banco e arremessar contra os reservas dos times adversários. Ótimo jogador de defesa, foi fundamental na marcação em Brown e Tatum do Boston na final do leste. Se a mão de Korver estiver quente, o jogador pode muito bem assumir o posto de braço direito de King James na difícil missão de encarar o Golden State em mais uma final de NBA.

Kyle Korver (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

Kyle Korver (Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

ARTIGO ANTERIORARTIGO SEGUINTE

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação

Send this to a friend