Campeonato Brasileiro – Atlético leva ‘virada relâmpago’ do Sport e perde o segundo jogo seguido

Rogério marcou o primeiro gol do jogo na Ilha do Retiro; quatro gols saíram no segundo tempo – Foto: SE

O Atlético perdeu a segunda partida consecutiva no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, no Recife, o Galo perdeu de virada para o Sport, por 3 a 2, em um jogo marcado por um segundo tempo ‘maluco’. Depois da vitória parcial dos pernambucanos na etapa inicial, por 1 a 0, o Galo marcou duas vezes em 20 minutos, mas levou dois gols em apenas quatro minutos e acabou derrotado. 

Com o segundo revés consecutivo, o Galo caiu para a 5ª posição no Campeonato Brasileiro. O Alvinegro ainda pode perder mais três posições na classificação. O Sport subiu, provisoriamente, para a vice-liderança.
 
O Galo volta a campo neste sábado, às 16h. O Alvinegro recebe a Chapecoense, na abertura da 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia e horário, o Sport visita o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre.
O jogo
 
O técnico Thiago Larghi apostou na manutenção da equipe que perdeu para o Flamengo, no último sábado, no Independência. A única mudança foi a volta de Ricardo Oliveira, vetado momentos antes do jogo no Horto. A equipe alvinegra teve uma etapa inicial inconstante diante do Sport, que jogou empurrado por sua torcida.
 
Nos primeiros momentos do jogo, as duas equipes trocavam ataques. O Galo criou jogadas pelo lado esquerdo, enquanto o Sport atacou mais pelo lado direito. O time alvinegro teve dificuldades para marcar as jogadas laterais dos donos da casa, tanto que Thiago Larghi chegou a trocar Cazares, que atuava ao lado de Emerson e tinha problemas na recomposição, com Luan, que começou o jogo centralizado.
 
O Alvinegro criou boas chances no começo do jogo. Após cruzamento de Fábio Santos, Ricardo Oliveira, livre, cabeceou para grande defesa de Magrão. Róger Guedes, de fora da área, também obrigou o goleiro do Sport a trabalhar bem. 
 
Pelo lado dos donos da casa, muita tentativa de enfiadas de bola nas costas da defesa do Atlético. E, em uma delas, deu certo. Aos 28’, Anselmo, no campo de defesa, deu passe milimétrico para Rogério, que recebeu em velocidade nas costas de Gabriel, passou por Victor e tocou para as redes: 1 a 0. 
 
Depois do gol, o Galo se desconcentrou. A equipe passou a errar passes bobos e entregar a bola de bandeja ao Sport, que não conseguiu aproveitar.
 
A mudança tática de Larghi, em inverter Cazares com Luan, foi mantida para a etapa final. Além disso, adiantou Gustavo Blanco. E esses homens foram fundamentais para o Atlético virar o placar na primeira metade da etapa final. Logo aos 4’, Ricardo Oliveira avançou pela esquerda e cruzou. Luan cabeceou, o zagueiro evitou o gol, mas a bola bateu no ‘maluquinho’ do Galo e sobrou para Cazares, sem ninguém à frente, empurrar para o gol: 1 a 1.
 
O Galo passou a controlar o jogo e virou logo aos 20’. Róger Guedes avançou pela esquerda, entrou na área e finalizou para defesa de Magrão. No rebote, Gustavo Blanco dominou e, de costas, cruzou para o meio da área. Ricardo Oliveira apareceu livre e fuzilou para virar o jogo: 1 a 2.
 
Mas não deu nem para comemorar. Em menos de dois minutos depois de marcar, o Galo levou o empate. Rafael Marques recebeu na área e ajeitou para trás. Gabriel finalizou, a bola desviou em Bremer e matou Victor: 2 a 2.
E o jogo seguiu quente. Aos 25’, pênalti para o Sport. Michel Bastos cruzou da direita, a bola bateu no braço de Gabriel, que não estava colado ao corpo, e a infração foi marcada. Na cobrança, o próprio Michel Bastos deslocou Victor e virou de novo: 3 a 2.
 
De forma desorganizada, o Atlético pressionou nos minutos finais, mas não conseguiu o gol do empate, que poderia melhorar a situação alvinegra no Campeonato Brasileiro. 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.