DOMINGO DE PROTESTOS – Caminhoneiros de Itabira “trocam” estradas pelas ruas em buzinaço

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 100 Visualizações

Mobilização começou na avenida Prefeito Li Guerra, bairro Praia

No sétimo dia de greve dos caminhoneiros no Brasil, dezenas deles fizeram um buzinaço pelas ruas de Itabira, na tarde deste domingo (27).

Por volta das 14h30 a mobilização que começou pelas redes sociais saiu do Praia e percorreu diversos outros bairros da cidade.

Foto: WH

Apesar dos transtornos provocados pelo movimento grevista também no dia a dia dos Itabiranos, por onde os caminhoneiros passaram eles foram muitas vezes aplaudidos por moradores, numa manifestação de apoio. A fila de caminhões e carretas só parou ao chefar na rodovia MG-129, altura do bairro Chapada, onde caminhoneiros em greve ocupam o acostamento desde o primeiro dia de greve.

Durante a semana um protesto de motoristas de Escolar também chamou a atenção pelas ruas da cidade, ambos em apoio ao movimento grevista nacional.

Foto: WH

Desde o início da greve os Itabiranos estão tentando driblar os reflexos negativos da greve, como o desabastecimento de postos combustíveis, supermercados, hortifrutis, além da distribuição de insumos em hospitais, escolas e indústrias.

Devido ao desabastecimento de combustível em virtude do movimento de paralisação dos caminhoneiros, o prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães (PTB), decretou ponto facultativo na Prefeitura – Unidades Básicas de Saúde (UBS), setor administrativo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e escritório central da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), além das escolas da rede municipal, até a próxima terça-feira, dia 29.

O transporte público da cidade também sofre com as consequências da greve e adotou medidas extremas para tentar manter o serviço para mais de 30 mil usuários dos ônibus coletivos. Neste domingo (27), os ônibus nem sequer saíram da garagem e amanhã voltarão a rodar em horários reduzidos.

Foto:WH

Na indústria, desde a última quinta-feira (24), a mineradora Vale adotou uma medida de contingência e dispensou de suas atividades funcionários dos setores administrativos nos complexos operacionais da Diretoria de Operações Corredor Sudeste em Minas Gerais, incluindo as minas em Itabira, Água Limpa, Mariana e Brucutu, Paraopeba, e Vargem Grande.

Até o comércio lojista sente os impactos da crise, e só não fecharam as portas neste sábado (26), por orientação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Escolas particulares também estão cancelando as aulas e há cinco dias todos os postos da cidade estão fechados, sem combustíveis. As distribuidoras de gás de cozinha também estão com os estoques zerados. 

Ao passar pelos bairros diversos simpatizantes se juntaram ao ato, muitos com seus carros de passeio – Foto: WH

O Governo Federal segue em reuniões permanentes com representantes dos caminhoneiros visando encerrar o movimento grevista que completa uma semana.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *