domingo, 11 abril, 2021

MST fecha BR-381 em protesto contra a prisão do ex-presidente Lula

Leia Também

 31 Visualizações

Aproximadamente 400 militares participam do ato na manhã desta sexta-feira

Aproximadamente 400 militares participam do ato na manhã desta sexta-feira (06)

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) fecham o trânsito na BR-381, em São João Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (6). O grupo protesta contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Conforme a concessionária Autopista Fernão Dias, os manifestantes interditam duas faixas e o acostamento da rodovia, do km 508 até o 506. Mais cedo, eles também impediram o tráfego de veículos em Betim. Lá, porém, o ato já encerrou-se.

MST/Divulgação

O MST informou que aproximadamente 400 militantes participam do protesto, que teve início às 10 horas. “A prisão de Lula é a coroação do golpe pelo judiciário. Quem não se levantar agora será conivente com toda arbitrariedade, com o fim dos nossos direitos e com essa corja que está destroçando nossas intuições democráticas”, afirmou Ester Hoffmann, da Direção Nacional do MST.

“Não podemos nos calar, o Brasil inteiro pagará a pena se Lula for preso. E pagará caro, com nossas riquezas, com nossa água, terra, petróleo. Se fazem isso com alguém que chegou a ser nosso presidente, imaginem o que farão com o povo pobre deste país”, declarou.

Ordem de prisão

“Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, informou ontem o juiz Sérgio Moro, na ordem de prisão.

Moro também proibiu o uso de algemas em Lula. “Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física”, escreveu.

O magistrado ainda indicou que “os detalhes da apresentação deverão ser combinados com a Defesa diretamente com o Delegado da Polícia Federal Maurício Valeixo, também Superintendente da Polícia Federal no Paraná”.

Defesa

Em nota, o criminalista José Roberto Batochio, defensor de Lula, afirmou: “Como o processo não terminou no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) essa providência da decretação da prisão, esse açodamento na decretação da prisão do ex-presidente configura a mais rematada expressão do arbítrio no século XXI”.

Vigília

O PT convocou militantes para uma vigília permanente em favor de Lula em São Bernardo do Campo, onde ele mora, e ainda insiste numa pressão à presidente STF, ministra Cármen Lúcia, para que ela paute as ações sobre prisão após segunda instância.

*Com agências

Próxima postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.