ABSOLVIDOS – Justiça mantém mandatos de quatro vereadores de Santa Maria de Itabira

 541 Visualizações

A Justiça eleitoral absolveu a Coligação “Santa Maria Nos Trilhos”, formada pelos partidos PPS – Partido Popular Socialista e PROS  – Partido Republicano da Ordem Social, acusados de fraude durante as eleições municipais do ano passado (2016), em Santa Maria de Itabira, cidade a 33km de Itabira. A decisão foi anunciada pela juíza Fernanda Chaves Carreira Machado, e manteve os mandatos dos vereadores Danilo Lage “Danilo do Gás” (PPS), Jair Lino de Carvalho “Jair da Saúde” (PPS), Geraldo Alves de Alvarenga “Lau da Entrega”(Pros), e Rodrigo Antônio da Cruz Reis “Rodrigo do Bar” (PPS). Eles eram alvo de uma ação de investigação judicial eleitoral movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). 

Fernanda Chaves, juíza eleitoral absolveu a coligação – Foto: Internet/reprodução

A acusação apontava que os dois partidos teriam lançado Maria Aparecida da Silva “Aparecida do Poção” e Lorena Alvarenga Santos, como candidatas enganosas para alcançar o percentual mínimo (30%) de mulheres exigido pela Lei Eleitoral. O processo pedia que toda a coligação  “Santa Maria Nos Trilhos” tivesse os direitos políticos e registro de candidatura cassados. 

Durante as investigações, Lorena Santos afirmou ter feito campanha de sua candidatura, mesmo com o trabalho que a impediu de se dedicar mais as Eleições. Já Maria do Poção disse a Justiça que se sentia como se fosse uma cobaia. Diante das apurações a juíza considerou não ter provas suficientes para condenar a coligação e cassar os mandatos dos vereadores eleitos.

A decisão da Justiça já foi publicada pelo Tribunal Regional Eleitoral  (TRE). 

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.