FORA DOS PLANOS – América só empata em 1 a 1 contra o Paraná pela Série B

 115 Visualizações

Apesar do empate em casa, jogadores seguem focados em busca do retorno à elite do futebol – Foto: SE

O empate em 1 a 1 contra o Paraná, na noite desse sábado, no Independência, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro não estava nos planos dos jogadores do América. Após o apito final, o discurso dos atletas alviverdes foi de lamentação pelas chances perdidas no decorrer da partida e reação no confronto diante do Boa Esporte, no próximo sábado, às 16h30, em Varginha.

O volante Juninho, por exemplo, revelou que entrou em campo no sacrifício. Após levar um carrinho no empate sem gols contra o Brasil de Pelotas, no meio de semana, o jogador ficou com o tornozelo inchado, mas se recuperou a tempo de enfrentar o Paraná. O camisa 8 lamentou a ‘perda dos dois pontos’ no Independência, mas prometeu buscar somar pontos no Sul de Minas.

“Eu pensei que nem jogaria está partida, por causa de um carrinho que levei no jogo anterior, fiquei com o tornozelo inchado. Não fico muito feliz pelo resultado, nossa equipe jogou em cima o tempo todo. Num erro nosso, eles fizeram o gol de pênalti. Cabeça erguida agora. Vamos buscar o resultado fora e seguir na busca pelo objetivo do América”, disse.

Já Luan, artilheiro do América nesta Série B com oito gols, reforçou o discurso do técnico Enderson Moreira, utilizando a frase do ex-treinador Ênio Andrade: ‘se não for para ganhar, não perde’. “Levamos o gol muito cedo, mas o time soube manter a calma e buscar o empate. Tivemos chance de vitória. É como o professor fala, se não deu para ganhar, não perde”, disse o atacante, prevendo dificuldades nesta reta final de campeonato.

“Vai ser difícil, a Série B está difícil, todo mundo brigando lá em cima. Os pontos que a gente tiver que ganhar, vamos buscar. Se não der para vencer em Varginha, vamos tentar trazer um ponto”, complementou.

O lateral-direito Norberto exaltou o Paraná, que é adversário direto do América no acesso à elite do futebol nacional (4º colocado, com 53 pontos) e valorizou o ponto conquistado no Independência. Agora, o camisa 2 do Coelho mantém foco no Boa Esporte. “Claro que gostaríamos de ter saído com um triunfo sobre o Paraná, que é nosso adversário direto nesta briga pelo acesso. Mas tínhamos consciência de que era um jogo difícil, diante de um time muito forte. O mais importante é que buscamos o ponto e estamos vivos. Agora é trabalhar e focar tudo no jogo contra o Boa Esporte, que será outra pedreira”, declarou.

Bill ressalta carinho por torcida após gol

Autor de seis gols do América nesta Série B, Bill voltou a balançar as redes, marcando o tento de empate no Independência. Após o fim do jogo, o atacante destacou seu carinho pela torcida alviverde, explicando a comemoração quando beijou o escudo do clube. 
 
“Criei um vínculo com a torcida do América. Quando beijei o escudo, é por causa do carinho que tenho com essa torcida. O resultado não era o que a gente esperava. Vamos ter cabeça erguida e pensar na frente”, disse o jogador, cujo contrato com o América vai até o fim do Campeonato Mineiro do ano que vem.

O América folga neste domingo, voltando aos trabalhos na segunda à tarde. Com a vitória do Internacional sobre o Criciúma por 3 a 2, o empate acabou sendo ruim para o América, que viu a distância para o Colorado em aumentar para cinco pontos (61 a 56). No entanto, o Coelho recuperou a vice-liderança que havia perdido após o empate do Ceará por 2 a 2 com o Figueirense. (informações do SuperEsporte)

 
Ramon Lisboa/EM/D.A Press

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.