América: Wellington Paulista diz que ficou surpreso com as lesões que sofreu

O Wellington Paulista retornou ao time no jogo contra o Avaí, após se recuperar da terceira lesão na temporada. O atacante foi contratado no início do ano para ser o ‘homem gol’ do América, mas, devido ao tempo no departamento médico, disputou apenas 17 jogos com a camisa alviverde.

“Nunca tive lesões como aconteceu nesse ano, e foram três lesões seguidas em três músculos diferentes. Fiquei muito surpreso com isso. O mais importante é saber que isso já passou. Agora é me condicionar fisicamente para que eu consiga jogar até o fim do ano”, comentou Paulista.

O centroavante ainda afirmou que não suportaria jogar 90 minutos contra o Juventude, mas que está empenhado em melhorar a parte física durante a semana livre que o Coelho está tendo.

“90 minutos ainda é muito difícil. Ainda bem que temos a semana inteira para trabalhar para que eu consiga aprimorar mais a minha forma física. Conversei com o Lucas Itaberaba (preparador físico) e ele queria que eu entrasse 10, 15 minutos no jogo passado, mas fiquei mais tempo. Terei uma semana para melhorar mais a parte física”, disse.

No sábado (6), o América visita o Juventude, às 16h30, no estádio Alfredo Jaconi. A equipe de Caxias do Sul ocupa a última posição na tabela de classificação do Brasileiro, mas Wellington acredita que o adversário vai atacar o tempo todo.

“Precisamos estar mais equilibrados, concentrados no jogo. Não podemos começar a partida tão mal, como foi esse último agora. Ter um equilíbrio maior na parte ofensiva e defensiva. É um jogo fora de casa, nós sabemos que a equipe adversária vai querer nos atacar a todo momento, e precisamos saber nos defender e contra-atacar”, projetou o atacante.

Um dos problemas do América nesta temporada tem sido a dificuldade em fazer gols. No entanto, nos últimos dois jogos da Série A o time melhorou nesse quesito. O camisa 9 do Coelho comentou que o grupo está focado e trabalhando muito para melhorar cada dia mais.

“Temos que continuar focados, sem perder a confiança. Trabalhar a finalização, aprimorando cada vez mais, tendo a confiança para chegar na cara do gol e marcar. Quando a fase não está boa, temos que nos dedicar mais”, revelou.

Copa do Brasil

Único representante mineiro no torneio mata-mata, o América perdeu para o São Paulo o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Porém, Wellington acredita que se o time continuar vencendo no Brasileirão e se afastar da zona de rebaixamento, terá mais tranquilidade no jogo de volta, marcado para o dia 18, no Independência.

“Dá uma tranquilidade a mais. Temos que estar focados em todos os jogos, primeiro pensar no Brasileiro e depois na Copa do Brasil. Mas o nosso principal objetivo é ir bem no Brasileiro, continuar pontuando para subir na tabela de classificação, chegar aos 45 pontos e depois sonhar com coisas maiores”, finalizou.

Fonte: O Tempo

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.