Brasileira é estuprada por três homens na Itália: ‘Muito grave’, diz governador da Lombardia

Brasileira, cuja identidade não foi revelada, foi levada para o hospital Policlínico de Milão.

Dois homens foram detidos em Milão, na Itália, por estuprar uma brasileira de 42 anos na Piazza Napoli. Um terceiro suspeito fugiu. Uma testemunha viu a mulher ser arrastada para um espaço verde pelo trio e acionou a polícia.

Os militares do Núcleo rádio prenderam um homem, 42 anos, da Nova Guiné, enquanto estuprava a mulher, e um egípcio, 22 anos, que havia ajudado a abordar a vítima. O terceiro criminoso conseguiu fugir.

A brasileira, cuja identidade não foi revelada, foi levada para o hospital Policlínico de Milão, mas, tendo ingerido álcool, não soube detalhar o ocorrido nem dar informações sobre o fugitivo. A polícia local abriu uma investigação.

“As notícias de violência sexual contra uma mulher em Milão são muito graves. Que nojento! Que pena!!!”, disse o governador da região da Lombardia, Attilio Fontana, sobre o estupro da brasileira.

Em uma publicação nas redes sociais, Fontana agradeceu aos militares e disse esperar “que a Justiça siga o seu curso com penas exemplares”, porque “quem pratica tais atos é um monstro e como tal deve ser tratado”.

*Por ANSA

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.