EDUCAÇÃO: Programa de inovação e novos cursos na Unifei reforçam parceria da Prefeitura com a universidade

As ações fazem parte do plano de expansão da Unifei que contará com a implantação do Parque Científico Tecnológico e o aumento do número de alunos na universidade pública em Itabira. 

A Universidade Federal de Itajubá (Unifei) campus Itabira irá contar com mais dois cursos de graduação: Bacharelado em Ciência e Tecnologia (Bctec) e Matemática Tecnológica. As novidades não param por aí, um novo programa, em parceria com a Prefeitura de Itabira, o CITInova, também foi anunciado durante cerimônia oficial no teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, na noite desta terça-feira (31/05).

As ações consolidam a Unifei em Itabira com uma proposta de ampliação do espaço físico da universidade e da expansão do número de cursos oferecidos de graduação e de pós-graduação, aumentando assim a oferta de vagas e a quantidade de alunos beneficiados. A expectativa é que com um investimento de R$ 15 milhões seja implantado o Centro de Empreendedorismo Unifei (CEU) que irá abrigar projetos empreendedores voltados para a inovação e deixar a universidade cada vez mais próxima da sociedade.

“É um momento que demonstra claramente um avanço em todos os propósitos nascidos em 2008 com a inauguração da Unifei. E que nos últimos anos, mesmo com esforço de vários segmentos, o projeto não prosseguiu com a mesma velocidade que Itabira precisava” relatou o prefeito Marco Antônio Lage, durante a cerimônia.

O Chefe do Governo continuou, “o que vemos agora é a Unifei começando a cumprir efetivamente os três pilares fundamentais da sua presença na cidade para o desenvolvimento: expansão física para colocarmos os 10 mil alunos; o projeto CITInova, que integra a Unifei à comunidade; e por último, a interferência dessa universidade nos projetos de desenvolvimento econômico, que irão contribuir para o avanço da nossa diversificação econômica com inovações tecnológicas, fundamentais no processo de um novo ciclo sem mineração”, concluiu Marco Antônio Lage.

O diretor da Unifei Itabira, Gilberto Cuzzuol apresentou a proposta do curso de Matemática Tecnológica, que irá oferecer, a princípio, 25 vagas em Itabira. Segundo ele o curso irá preparar o aluno para desenvolver soluções matemáticas para problemas industriais e apresenta um programa de linguagem de alta capacidade. “É um curso voltado literalmente para as demandas da sociedade. A gente foi construindo ao longo desses últimos 10 anos uma proposta, buscando exemplos em Tókio, Inglaterra e no próprio Brasil, e chegamos a esse conceito, que teve aprovação em todas as instâncias da Unifei e também pelo MEC (Ministério da Educação)”, afirma Gilberto Cuzzuol.

Para apresentar o curso de Ciência e Tecnologia, o reitor da Unifei Edson da Costa Bortoni compareceu ao evento. O curso será 60% em formato de Ensino a Distância (EAD) com algumas aulas presenciais em cada semestre. A formação em bacharel estará completa após a conclusão de três anos de estudo. “Este é um projeto audacioso e disruptivo. O curso utiliza técnicas específicas do ensino a distância. Claro que vamos continuar com o ensino presencial, mas queremos fazer algo diferente. Com esse novo modelo que vamos implementar esperamos alcançar o nosso objetivo que é levar o ensino para o Brasil”, destaca o reitor.

Já o novo programa CITInova, desenvolvido pela Unifei em parceria com a Prefeitura de Itabira e a Fundação de Pesquisa e Assessoramento à Indústria (Fupai) foi explicado pelo assessor de Gestão Projetos e Metas, Breno Pires, e pela professora e coordenadora Gisele Queiroz.

O programa CITInova irá desenvolver atividades com foco em empreendedorismo e inovação. As ações contarão com a participação de 43 docentes, 228 estudantes de graduação e 14 técnicos administrativos. Os ambientes de inovação como o Centro de Empreendedorismo Unifei campus Itabira (CEU); Maker Space; Coworking Itabira Hub; Incubadora de Negócios de Impacto e Base Tecnológica (Btec) e a Incubadora Tecnológica de Associativismo Comunitário serão destinados a promover ações transformadoras para toda a comunidade.

“A Prefeitura viu nesse projeto uma oportunidade de aproveitar o potencial dos alunos da Unifei trazendo-os para mais perto da sociedade. Alguns programas já existiam e foram reestruturados e potencializados para melhor aproveitamento”, disse Breno Pires.

A motivação do CITInova é contribuir com a transformação da cidade em um ambiente promotor de inovação com ações transformadoras em toda a sociedade. Serão desenvolvidos 35 projetos com o envolvimento da comunidade, com a proposta de soluções para problemas enfrentados pela população com o auxílio da tecnologia, serviços e produtos que irão contribuir para a redução das desigualdades sociais.

As iniciativas envolvidas como base para do desenvolvimento dos vários programas são:

– Projeto ItabiraAr

– Projeto Inova Território

– Projeto Inova Negócios

– Projeto Empreendedor Jr.

– Projeto Maker

– Projeto Inova Negócios Saúde

– Projeto Edutech EJA

– Projeto Turismo Digital

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.