Câmeras de segurança registram imagens de suspeitos de assaltar joalheria no BH Shopping

 383 Visualizações

Imagens das câmeras de segurança registraram imagens dos suspeitos de participarem do assalto à joalheria Manoel Bernardes no BH Shopping, bairro Belvedere, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Bonés, camisas de time de futebol e máscaras foram usados pelos possíveis autores do crime, ocorrido no último sábado (7), véspera do Dia das Mães. 

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (10), o delegado Keyverson Rezende, chefe do Departamento Estadual de Investigação de crimes Contra o Patrimônio (Depatri), havia informado que a instituição analisa imagens das câmeras de segurança do shopping, inclusive de datas anteriores ao crime. 

As imagens ainda não foram totalmente analisadas. São muitas. E não são apenas imagens do dia do fato. Precisamos analisar imagens de, pelo menos, uma semana antes. Pela forma que aconteceu o roubo, acreditamos que os indivíduos já faziam o levantamento de informação do shopping”, afirmou.

Relógios de luxo, da fabricante suíça Rolex, avaliados em até R$ 300 mil, foram levados no crime. Conforme as autoridades, as dinâmicas do crime serão traçadas após a conclusão da análise das imagens. Câmeras do lado de fora do shopping também auxiliam as investigações.

Na coletiva, o delegado Rezende também afirmou que as investigações apontam para a hipótese de que os responsáveis pelo crime aproveitaram o momento, véspera do Dia das Mães, para assaltar a joalheria com o shopping cheio.

Relembre o assalto

Nove homens são suspeitos de participar do assalto à joalheria Manoel Bernardes, no 4º andar do BH Shopping, na tarde do último sábado.

Os criminosos usaram dois carros para cometer o crime – um Hyundai HB20s e um Hyundai Creta. Ambos foram furtados em São Paulo (SP) e encontrados queimados próximos ao shopping, na região do Belvedere. Durante o assalto, os criminosos levaram diversos relógios de luxo da marca Rolex.

Em nota, a joalheria Manoel Bernardes informou que, “apesar dos danos materiais que ainda não foram contabilizados, não houve nenhum dano físico ou pessoal com nenhum integrante da equipe”.

Durante o crime, o shopping estava com grande movimentação, por ser véspera do Dias das Mães. O público ficou em pânico e houve correria. Vídeos que circularam nas redes sociais mostravam a entrada de policiais militares armados.

No assalto, um segurança do shopping chegou a ser levado como refém. E um dos criminosos teria atirado para cima, para evitar que fossem seguidos. Ainda no Belvedere, o funcionário do centro de compras foi libertado, sem ferimentos, pelos suspeitos.

A assessoria do BH Shopping informou que colabora com as autoridades de segurança pública.

Fonte: Hoje Em Dia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.