Consórcio liderado por coproprietário dos Lakers compra o Chelsea por R$ 15,6 bilhões

 254 Visualizações

Valor será depositado em uma conta bancária bloqueada no Reino Unido com a intenção de doar 100% para causas de caridade.

O Chelsea foi adquirido por 2,5 bilhões de libras (cerca de R$ 15,6 bilhões) pelo consórcio liderado pelo empresário americano Todd Boehly, coproprietário do time de basquete Los Angeles Lakers e da equipe de beisebol Los Angeles Dodgers. A informação foi divulgada pelo clube londrino noite desta sexta-feira. 

Segundo o comunicado do Chelsea, o valor da venda será depositado em uma conta bancária bloqueada no Reino Unido com a intenção de doar 100% para causas de caridade, conforme confirmado pelo bilionário russo Roman Abramovich, até então dono do clube. Será necessária a aprovação do governo inglês para que os recursos sejam transferidos. 

A oferta contou com o apoio financeiro da Clearlake Capital e foi enviada para o governo britânico e para a Premier League, a liga que organiza o Campeonato Inglês, para ser aprovada na próxima semana. 

O clube inglês está na mira do governo britânico para sofrer sanções por conta das suas ligações com o presidente Vladimir Putin. Abramovich decidiu vender o clube assim que as tropas russas invadiram a Ucrânia, no fim de fevereiro. 

Outra proposta envolveu o brasileiro Eduardo Saverin, cofundador do Facebook. Ele entrou no grupo liderado por Steve Pagliuca, bilionário do setor de private equity, e que conta ainda com o canadense Larry Tanenbaum, presidente da NBA, e o fundador do fundo Passport Capital, John Burbank. 

*Por Rádio Itatiaia/Estadão Conteúdo

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.