Doria renuncia ao cargo de governador e confirma candidatura à Presidência

 439 Visualizações

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, nesta quinta-feira (31), sua renúncia ao cargo e confirmou que será candidato à Presidência da República pelo PSDB. Doria fez o anúncio durante o 4º Seminário Municipalista, realizado na capital paulista. 

“Sim, serei candidato à Presidência da República pelo PSDB. Nosso partido. O partido da social democracia brasileira. E junto, ao lado de outros partidos valorosos, de políticos e de pessoas que têm respeito pela democracia, pela vida e pelos cidadãos. Nós vamos vencer, vamos vencer o populismo, a maldade, a adversidade, a corrução. E juntos, todos nós, vamos ter um novo Brasil”, disse, em discurso.

Durante o evento, preparado para o anúncio do tucano, o Governo de São Paulo exibiu um vídeo que mostra a atuação de Doria no combate à pandemia de covid-19, além de ações realizadas pela sua gestão nas áreas de segurança pública, saúde, educação e assistência social. 

“Vamos construir a melhor via para o nosso país. Pesquisas mostram que nem Bolsonaro nem Lula tem confiança da maioria dos brasileiros. Estamos em uma disputa de rejeitados e não do voto a favor. Agora é hora do voto ser a favor do Brasil”, afirmou em discurso. Ele disse, ainda, que o momento é de construir um “consenso em prol de uma liderança nacional contra erros do petismo e bolsonarismo”. 

A partir de sábado (2), Rodrigo Garcia assume o cargo de governador e foi elogiado por Doria. 

“Sou consciente da responsabilidade e da capacidade do Rodrigo, que coordenou nossa campanha vitoriosa, dura, difícil. Cumpriu papel de governo que administrou a função pública com o mesmo ritmo e comportamento de uma empresa privda. Ao longo desses três anos e três meses, São Paulo teve o privilégio de ser governado por dois governadores”, afirmou. 

O anúncio de Doria era aguardado depois que, ao longo do dia, vazaram informações de que ele teria desistido da candidatura e se manteria à frente do Governo de São Paulo para disputar a reeleição ao cargo nas eleições de outubro. 

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.