Mulher é presa suspeita de mandar matar o irmão por causa de herança em Frutal

 416 Visualizações

Uma mulher de 42 anos foi presa, nesta segunda-feira (14), suspeita de mandar matar o próprio irmão, de 41 anos, devido a uma cobrança de parte da herança da família, em Frutal, no Triângulo Mineiro. Dois sobrinhos da vítima e um quarto indivíduo também foram detidos por envolvimento no crime, que ocorreu no último dia 15 de janeiro deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, a irmã da vítima teria arquitetado a morte do parente com a ajuda dos dois filhos dela, de 21 e 23 anos. Para colocar o plano em prática, eles contrataram um indivíduo de confiança, de 20 anos, apontado como sócio da oficina de motos pertencente aos suspeitos.

Conforme as investigações, no dia do crime a vítima trafegava em uma moto, emprestada pela irmã e sobrinhos, quando o executor, que estava em outra motocicleta, emparelhou os veículos e efetuou os disparos de arma de fogo, causando a morte da vítima.

Após o crime, a PC instaurou um inquérito para apurar os fatos. Nesta segunda-feira (14), com apoio da Polícia Militar mineira e da Polícia Civil do Estado de São Paulo, os policiais deflagraram a operação Fratricídio para prender o grupo envolvimento no homicídio. A mãe e os dois filhos foram presos em Frutal e o suspeito de ser o executor, na cidade de Jales, em São Paulo. 

Os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional. As investigações prosseguem para maior elucidação dos fatos.

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.