Com Keno decisivo, Atlético vence América por 2 a 0 no Clássico das Multidões

 360 Visualizações

Com grande atuação na segunda etapa, o Atlético venceu o América no Clássico das Multidões, disputado neste sábado (12), no Independência. Os gols foram marcados pelo lateral Guilherme Arana, que já tinha feito o gol da vitória alvinegra sobre o Coelho no segundo turno do Campeonato Brasileiro de 2021, e por Savarino.

Com o resultado, o Galo reassume temporariamente a liderança do Mineiro e seca o Cruzeiro, que enfrenta o Tombense às 19h30, na Zona da Mata. O time do técnico Marquinhos Santos fica na quarta posição e pode ser ultrapassado pela Caldense, que entra em campo neste domingo (13).

Se Arana e Savarino balançaram as redes, quem mudou a história da partida foi Keno, que fez sua estreia em 2022. O atacante entrou aos 23 minutos da segunda etapa e se tornou a principal arma ofensiva do time alvinegro. Foi ele quem começou as jogadas dois dois gols, quando o Atlético já dominava o confronto. O primeiro tempo foi equilibrado, com muitas faltas, ânimos exaltados e poucas chances criadas.

Na próxima rodada, o Atlético recebe o Athletic na terça-feira (15), às 21h, no Mineirão. No dia seguinte, o Coelho encara o Patrocinense no Independência, às 19h.

O Jogo

Um típico clássico no primeiro tempo no Independência. Muito movimentado, o jogo foi marcado mesmo pelo clima quente dentro de campo. O árbitro Felipe Fernandes de Lima teve dificuldades para conter os ânimos. Os protagonistas foram Jair e Alê. Após uma discussão, os dois receberam cartão amarelo aos 34 minutos. Instantes depois, o camisa 10 do Coelho fez falta dura no volante alvinegro. Para o comentarista de arbitragem Márcio Rezende de Freitas, era lance para segundo amarelo e cartão, mas não foi o que aconteceu.

Com a bola rolando, poucas foram as chances claras para os dois lados. A melhor foi com uma cabeçada de Wellington Paulista aos 19 minutos, que só parou em boa defesa do goleiro Everson. Já nos acréscimos, Zaracho recebeu lançamento de Nacho Fernádez e finalizou de primeira, para intervenção importante de Jori.

Assim como aconteceu no primeiro tempo, a segunda etapa começou com o Atlético empurrando o Coelho para o campo defensivo. A aposta do técnico Marquinhos Santos foi o contra-ataque, principalmente com Matheusinho, que entrou no lugar de Henrique Almeida para dar mais velocidade ao time.

Aos poucos, o jogo ficou mais aberto e as chances apareceram para os dois time. Após cruzamento de Nacho, Hulk cabeceou sozinho na entrada da pequena área, mas errou o alvo. No lance seguinte, aos 17 minutos, Matheusinho chegou instantes atrasado e não conseguiu completar o lançamento de Patric para o fundo do gol.

A superioridade do Atlético foi acentuada com a entrada de Keno. Herói do título do Brasileiro na última temporada, ele achou Nacho Fernández dentro da área. De cabeça, o argentino achou Arana dentro da área para abrir o marcador aos 26 minutos. do segundo tempo. Pouco mais de 10 minutos depois, em outra boa jogada pelo lado esquerdo, Hulk parou no goleiro Jory. No rebote, Savarino marcou o segundo e deu números finais ao jogo.

FICHA DO JOGO

Atlético: Everson, Mariano, Nathan Silva, Godín e Arana; Allan, Jair (Sávio), Zaracho (Keno) e Nacho (Réver); Ademir (Savarino) e Hulk Técnico: Antonio Mohamed
América: Jori, Patric, Maidana, Éder e Malon; Zé Ricardo (Índio Ramírez), Lucas Kal, Juninho e Alê; Henrique Almeida (Matheusinho), Wellington Paulista. Técnico: Marquinhos Santos.

Gols: Guilherme Arana (26’2T) e Savarino (37’2T)
Cartões amarelos: Zé Ricardo, Alê, Juninho (América); Nathan, Jair, Allan e Fábio Gomes (Atlético)

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 11 de fevereiro de 2022, sábado, às 16h30
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Felipe Fernandes Lima
Auxiliares: Ricardo Junio de Souza e Pablo Almeida da Costa

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.