Com direito a Certificado de Coragem, crianças recebem vacina contra Covid-19 em Itabira

 406 Visualizações

Julia Gabriele Sena Sá, de 11 anos, foi a primeira itabirana a receber o imunizante Pfizer contra a Covid-19 na fase de vacinação infantil. Acompanhada da mãe, Érica Cristina Gomes Sena, Julia acordou cedo para ir até a Policlínica Municipal para fazer a sua parte na proteção frente à pandemia. Depois de receber a primeira dose, ela contou que está muito feliz porque a vacina salva vidas. “Isso é muito bom para que a gente não fique doente, então, por favor, se vacinem”, reforçou a pequena.

A mesma alegria foi compartilhada com Ícaro Neri de Araújo Campos, a segunda criança a receber o imunizante contra a Covid-19, também na Policlínica. Ele, que tem 9 anos, deixou claro que tomar a vacina o fez sentir muito bem. “Queria dizer que é para todo mundo tomar essa dose contra a Covid-19, para não pegar essa doença e não ir para o hospital”, convocou o garoto, acompanhado da mãe Nislaine Neri de Araújo Campos.

Para o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, que acompanhou a vacinação na manhã desta segunda-feira (24/01), essa etapa chega em uma época importante, na véspera do retorno do ano letivo.  “É claro que as famílias das crianças estão ansiosas para que elas voltem para as escolas de forma 100% presencial e com mais segurança em fevereiro. Agora, a expectativa é que a Gerência Regional de Saúde disponibilize um volume maior de vacinas para vacinar todas as crianças até o final do mês”, destacou Marco Antônio Lage.

Na oportunidade, as crianças que foram vacinadas receberam um “Certificado de Coragem” atestando o superpoder dos pequenos e a ajuda essencial no enfrentamento à pandemia. O incentivo, segundo a Coordenadora de Gestão em Saúde, Fabiana Marques Machado Lima, é essencial para que mais crianças possam receber o imunizante.

 “É um dia simbólico para uma luta que a gente vem lidando ao longo desses dois anos. Nós que somos mães preocupamos, temos medo, e, diante disso tudo, a sensação de conseguir proteger as nossas crianças, sem dúvida nenhuma, é um presente”, destacou Fabiana.

 De acordo com Elaine Cristina Soares de Oliveira, mãe de Izadora Fernanda Silva, de 10 anos, a sensação é de alívio porque muitas das vezes a proteção não depende apenas dos cuidados tomados dentro de casa, mas também da responsabilidade imposta para o coletivo. “A vacina é o primeiro passo para ficar livre da Covid-19, mas também não é a cura! É importante continuar prevenindo com máscara, álcool em gel e isolamento”, incentivou a mãe.

Campanha

Nesta terça-feira (25), a Secretaria Municipal de Saúde de Itabira continua com a campanha de vacinação para crianças de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente. A criançada receberá a primeira dose do imunizante Pfizer.

A aplicação é na Policlínica Municipal, de 8h às 15h30. Além disso, as unidades do Programa Saúde da Família (PSF) também estão participando da iniciativa, vacinando a faixa etária mediante agendamento, de 7h às 17h. 

Para se vacinar, as crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis legais. Caso não seja possível, é necessário apresentar um termo de autorização assinado que permite a imunização do menor. Ademais, é importante apresentar também o laudo médico que atesta a comorbidades e deficiência permanente. 

Até o momento, Itabira já aplicou 191.887 doses contra a Covid-19, sendo que 90.638 da primeira dose e 73.094 da segunda. As aplicações do reforço, conhecido como terceira dose, somam-se 24.337. Ainda foram aplicadas 2.733 doses únicas e 1.085 adicionais.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.