Castilho diz que não ficou surpreso ao ser chamado de volta: ‘Acredito no meu potencial’

 259 Visualizações

Confiante. Esta é a palavra que pode definir o meio-campista Guilherme Castilho, de volta ao Atlético e apresentado pelo clube nesta quarta-feira como reforço para a temporada 2022. Após ser emprestado ao Juventude no ano passado e fazer um bom Campeonato Brasileiro, o jogador foi sincero e disse que não ficou surpreso por ter sido chamado de volta ao fim do empréstimo e ser aproveitado no clube alvinegro.

“Pra mim não é uma surpresa estar voltando. Com toda humildade, eu acredito no meu trabalho, é um sonho estar jogando no Atlético, trabalhei firme pra isso, graças a Deus poderei realizar logo, logo. É trabalhar firme pra ter um caminho de sucesso durante muito tempo com essa camisa que é o meu clube. Creio que, junto com meus companheiros, será um ano de sucesso”, declarou.

No Juventude, o jogador de 22 anos disputou 47 partidas no total, marcou oito gols e deu seis assistências. Foi um dos destaques do time gaúcho na campanha que manteve o clube na Série A do Brasileirão. Atuou em 33 jogos na competição, balançando as redes quatro vezes e dando passe para cinco gols.

Titular absoluto no Juventude, Castilho terá uma concorrência maior no Atlético, que conta com jogadores como Allan, Jair, Zaracho, Tchê Tchê e Nacho Fernández para o meio-campo. No entanto, o jogador aposta em sua polivalência para ganhar espaço com o técnico Antonio ‘Turco’ Mohamed. 

“Sobre a posição, eu me considero segundo volante que gosta de chegar à área. Mas, no Juventude, eu joguei boa parte do Campeonato Brasileiro de meia, joguei também de 5 [primeiro volante, de mais marcação]. Meu futebol é muito dinâmico, temos o exemplo do Zaracho, que joga em muitas posições, e do Nacho também. Então, onde o professor precisar eu estarei apto para desempenhar o melhor papel possível”, observou.

Castilho tem contrato com o Atlético até o fim de 2023. O meio-campista frisou o trabalho feito na base do Galo, mas destacou a importância do empréstimo para o Juventude com o objetivo do crescimento da carreira.

“Creio que a gente já saiu daqui bem. Somos muito preparados desde a base, tanto fisicamente e tecnicamente, quanto taticamente. O Atlético sempre deu todo o suporte pra gente e pra todos. Sobre a nossa evolução, acho que a gente evoluiu em tudo. Talvez, no começo aqui no Atlético, a gente não teria tantos jogos, esse empréstimo foi de suma importância para a gente evoluir em todos os aspectos”, finalizou respondendo também em relação ao zagueiro Vitor Mendes que, assim como ele, estava emprestado ao clube gaúcho em 2021 e foi apresentado nesta quarta-feira (19).

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.