Superávit – Para Aposvale, Metabase Itabira e SindFer, conservadorismo da Valia decepciona assistidos do BD

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 954 Visualizações

Na tarde desta sexta-feira, dia 14, a Valia, segundo nota da Aposvale – Associação dos Aposentados e Pensionistas e Empregados das empresas patrocinadoras da Valia -, anunciou estimativa de abono correspondente ao superávit. De acordo com o informado pela Aposvale, o superávit anunciado corresponde a apenas 80% do benefício mensal, mas os números ainda são preliminares e
precisam ser auditados e aprovados pelo conselho deliberativo.

Exemplificando, um assistido que recebe uma suplementação mensal de R$ 1.000,00 somente receberia R$800,00 de abono.

“Havia um compromisso alinhado entre a diretoria da Aposvale com a antiga
diretora da Valia, Maria Gurgel, no sentido de reduzir a reserva dos 25% mensais dos 60 meses, para 48 meses, com o intuito de possibilitar tanto a concretização da
reserva quanto a distribuição do abono aos aposentados e pensionistas.

Contudo, a partir do início da atual gestão da Valia, houve um recuo de importantes passos
e alinhamentos que foram feitos. O atual diretor da Valia, Sr. Edécio Brasil, não aceita sequer discutir a redução dos 60 meses, em uma atitude de total conservadorismo e desumanidade com os assistidos pertencentes ao plano BD”, detalhou nota da Aposvale.

Diante do percentual apresentado pelo fundo de pensão (Valia), a Aposvale, o Sindicato Metabase de Itabira e Região e o Sindfer ES/MG, repudiaram os dados, e informaram que reforçarão o “diálogo e ações para adequar os interesses dos assistidos”, como têm feito durante todos esses anos.

“Recentemente foram contratados atuários para produzirem estudos técnicos sobre a
situação dos planos, também foi sugerida a remarcação dos títulos públicos da Valia a
fim de se aumentar a possibilidade do pagamento do Superávit aos valorosos aposentados e pensionistas, mesmo com todos os esforços das instituições representativas a postura impositiva e extremamente conservadora da gestão da Valia impede que a justiça seja feita por meio da distribuição do superávit. A postura da Valia para com o seus assistidos é inaceitável além de desumana! As instituições representativas que assinam esta carta não pouparão esforços e ações na busca da proteção dos seus representados”, conclui a Aposvale em nota.

Fonte: ASCOM-APOSVALE 

Leia também

Comentários 5

  1. Nilton Muniz says:

    não concordo o que a valia esta fazendo conosco aposentado e pensionista dar só 80% de abono isto é ridiculo tambem não concordo o que a valia vem fazendo quando nós aposentados estavamos na ativa nós contribuimos para nós ter-mos a nossa suplementação depois de aposentados ela ainda fica descontando de todos nós contribuição de assistido não
    concordo com isso para onde vai esse dinheiro nosso que faz falta para comprar um remédio
    gostaria que voces do sindicato e aposvale de itabira averigua-se isto atenciosamente Nilton Muniz

  2. Nilton Muniz says:

    não concordo com 80% então não precisa dar nada.

  3. Nilton Muniz says:

    gostaria que a valia aumenta´- mais esse valor esta muito pouco.

  4. A valia poderia ficar com esse abono para ajudar um pouco a ela sair da dívida que tem.O aposentado morre e pra onde vai o superavit?

  5. Nós também aguardamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *