HNSD empossa novos membros da Comissão de Prevenção de Acidentes

 480 Visualizações

O diretor executivo do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), Alexandre José Coelho, empossou nesta segunda-feira (10/01), os novos membros e a nova presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). Natália Cristina da Silva, que ficará responsável pelo Comissão pelos próximos 12 meses, substitui Adilson Drummond, que comandou a Cipa no último triênio.

Natália da Silva assume a comissão em um momento em que todas as instituições de saúde passam por um aumento no número de atendimentos de pacientes com sintomas gripais e em meio a pandemia da Covid-19, que apesar da diminuição do número de casos ainda não acabou. Isso aumenta o desafio da Cipa, segundo a nova presidente.

Natália da Silva

“Nesses dois últimos anos enfrentamos diversas mudanças na estrutura de trabalho da comissão, devido às adaptações pela pandemia. Então, é muito desafiador, porque as atividades que fazíamos, como a corrida, que é mais interativa, já não podemos fazer. A comissão tem se reinventado para que possamos preservar a saúde dos colaboradores”, destacou Natália da Silva. 

Após dois anos à frente da Cipa e seis como membro, Adilson Drummond fez um balanço positivo de sua gestão, mesmo tendo enfrentado um dos piores cenários dentro do HNSD, que foi o pico da pandemia do novo coronavírus.

“Apesar das limitações que tivemos devido a pandemia, foi uma gestão positiva. Alguns trabalhos nossos ficaram suspensos, devido a algumas normas de distanciamento, mas mesmo assim conseguimos trabalhar vários assuntos da segurança do trabalho, da integridade física do trabalhador e eu vejo isso como muito positivo”, avaliou Adilson Drummond.

Ao dar posse aos novos membros da Cipa, o diretor executivo Alexandre Coelho destacou o papel da Cipa dentro do hospital. “Principalmente neste momento em que vivemos, a Cipa tem grande contribuição, pois, nossos colaboradores precisam estar atentos ao uso dos EPI’s, como as máscaras cirúrgicas, as máscaras PFF2, o uso de álcool, além de outros equipamentos necessários dentro da atividade do hospital”, disse o diretor.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.