Homem surta, amarra a própria mãe em grade, tenta agredir PM e é detido, em Uberaba

 543 Visualizações

Uma mulher, de 61 anos, foi amarrada em uma grade pelo filho, de 35 anos, após ele ter um surto em Uberaba, no Triângulo Mineiro, nessa sexta-feira (3). Quando estava sendo conduzido para a delegacia, um dos policiais percebeu que o suspeito estava bebendo a própria urina.

A vítima disse à Polícia Militar (PM) que percebeu que o filho estava bastante agitado, com os “olhos arregalados” e que ela ficou com medo. Na tentativa de sair do imóvel, o suspeito prendeu seus braços em uma grade e ela começou a gritar por socorro, quando a corporação apareceu.

A mulher, que estava presa à grade, foi atendida pelo Serviço de Atendimento (Samu). Segundo os militares, o homem estava visivelmente “agressivo e desorientado falando coisas sem sentido”. Na ocasião, ele confessou que havia agredido a própria. O homem também revelou que era usuário de drogas e não estava tomando seus medicamentos.

Conforme registro policial, a vítima estava chorando e bastante nervosa. Além disso, a mulher contou que foi agredida e que iria representar contra ele, porque não estava “aguentando mais”. Ela confessou que está com muito medo e se queixou de dor nos braços. O Samu prestou todo atendimento médico necessário à vítima.

O outro filho da mulher, de 43 anos, seguiu até o local para prestar assistência à mãe. Ele relatou que o irmão suspendeu o tratamento psiquiátrico por conta própria há menos de um mês.

O homem foi detido e encaminhado para a delegacia. No caminho, ele pediu água para um militar, que avistou ele bebendo a própria urina. Quando solicitou que ele parasse, o suspeito jogou a garrafa de urina no policial, que acabou caindo próximo a ele. Neste momento, ele tentou agredir o cabo, mas foi contido. O PM teve escoriações e precisou ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Fonte: Rádio Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.