Gestão sustentável: Itaurb, Funcesi e Acita ampliam programa para coletar lixo eletroeletrônico

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 220 Visualizações

Foto: Reprodução

Na última semana, a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) despachou cerca de 480 quilos de resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (Reee) para a reciclagem. Esta coleta acontece por meio do projeto Resíduos Eletrônicos: Gestão Sustentável, Responsabilidade Social e Ambiental; que oferece três pontos de recolhimento na cidade, em parceria com as Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (Funcesi) e Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita).

Além dos benefícios ambientais, que irão minimizar a contaminação do solo pelos materiais eletroeletrônicos dispensados incorretamente, o programa tem ainda outros objetivos: auxiliar as pessoas sobre o descarte consciente e ampliar as possibilidades para a comunidade não acumular produtos eletrônicos inutilizados.

Foto: Reprodução

“Com esse projeto, conseguimos gerar visibilidade e credibilidade, contribuindo para um ganho ambiental, evitando que estes materiais contaminem o meio ambiente ou cheguem até o aterro, diminuindo, assim, a sua vida útil”, explicou o professor Tancredo Vieira, coordenador do projeto na Funcesi.

Segundo Rodrigo Carmona, diretor de Operações da Itaurb, depois de coletado, o lixo eletrônico é recolhido por uma empresa especializada – com licença ambiental –, “que tem processos para impedir possíveis danos ao meio ambiente e à nossa saúde, além de reciclar corretamente os materiais específicos”.

Saiba mais

Além de computadores e celulares, também são resíduos qualquer tipo de eletrodoméstico, desde geladeira e fogão à furadeira e secador de cabelo, por exemplo. Para a segurança de quem vai descartar, assim como recolher esses materiais, é importante que estejam montados. “As pessoas não precisam desmontar os equipamentos, isso é função da empresa especializada, que faz a triagem e separa os produtos tóxicos dos que passarão por diversos processos de reciclagem”, ressaltou Rodrigo Carmona.

Foto: Reprodução

A população pode descartar o lixo eletrônico em três pontos de coleta: Funcesi (rua Venâncio Augusto Gomes, nº 50 – container no prédio vermelho); Acita (avenida Duque de Caxias, nº 810, Esplanada da Estação) e Centro de Resíduos e Reciclagem da Itaurb (rua Ormindo Dias Lage, nº 320, Bela Vista).

Fonte: ACOM-ITAURB

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *