JOÃO MONLEVADE – Escolas municipais encaminham questionários para pais e responsáveis sobre retorno às aulas

 297 Visualizações

Para que a rede municipal de ensino de João Monlevade se prepare para um possível retorno das aulas presenciais em setembro, a direção de todas as escolas tem encaminhado aos pais e responsáveis um questionário por meio dos grupos de atividades escolares.

O formulário, além de solicitar a autorização dos pais para que os alunos frequentem as aulas presencialmente, também busca informar se o estudante possui alguma comorbidade, em qual tipo de transporte ele vai para a escola, por qual dispositivo ele acompanha as aulas (como celular e computador). O questionário deve ser respondido até esta sexta-feira (16).

Segundo a secretária municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração Rodrigues, o objetivo desta pesquisa é para que tanto os pais quanto a equipe pedagógica planejem de forma segura a volta às aulas. “Para que este retorno seja seguro, ele deve ser planejado e organizado não só por nós das escolas, mas também pelos pais, uma vez que envolve o que temos de mais precioso: nossas vidas e a vida de nossos filhos e alunos”, comenta. 

Retorno – De acordo com as novas regras do Decreto Municipal 88/2021 publicado na última quinta-feira (8), as creches e educação infantil podem voltar suas atividades em 22 de setembro e as aulas do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) e Educação para Jovens e Adultos Fundamental (EJA), no dia 29 de setembro.  Já as escolas de ensino médio, profissionalizantes e EJA médio poderão retornar no dia 5 de outubro e o ensino superior e pós-graduação no dia 7 de outubro.

Opinião dos diretores –  Para o diretor da escola municipal Cônego Higino de Freitas, Fabrício Nereu Brandão, o retorno das aulas presenciais se apresenta como uma necessidade. “O grande desafio será organizar todas as escolas pedagogicamente para atender os grupos de estudantes que alternarão sua rotina com atividades na escola e em casa, garantindo que eles tenham condições de acessar o conhecimento disponibilizado em ambas às situações com qualidade”, explica o diretor.

Segundo a diretora do Centro de Educação Infantil Luz aos Pequeninos, Paula Carolina Silva Costa García, os alunos estão em casa há mais de um ano, muitos deles, principalmente os da educação infantil não se lembram mais de como é estar em um ambiente escolar. “Acredito que o maior desafio será a reinserção deles neste mundo cheio de descobertas, principalmente agora com tantos protocolos a serem observados e cumpridos”, diz a educadora. Para ela, será um trabalho em parceria com as famílias baseado em muito diálogo para garantir a segurança dos alunos e também de todos os profissionais.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.