Banco do Povo pede ajuda da Câmara para voltar a operar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 10,402 Visualizações

Com dívidas e sem dinheiro para emprestar, a Associação de Crédito Popular de Itabira (Banco do Povo) enfrenta um período difícil e veio pedir ajuda da Câmara Municipal para tentar se reerguer. Na quarta-feira (19), o presidente da instituição, João Torres, esteve reunido com o presidente do Legislativo itabirano, Weverton Leandro Santos Andrade “Vetão” (PSB).

“O Banco do Povo tem 22 anos, foi criado em 1999. No entanto, está sem capital para operar, uma vez que sempre dependemos de aporte e parcerias como BDMG e o município. É necessário neste momento ter uma volta de visão sobre a importância dele no aporte”, comentou João Torres.

Em 22 anos de existência, o Banco do Povo de Itabira emprestou milhões de reais a mais de mil itabiranos com negócios nos mais diversos segmentos. “O Banco do Povo pode trazer benefícios para a população, justamente para aquele empreendedor que está iniciando a trajetória, aqueles que estão enfrentando essa crise. A Câmara, em nome dos 17 vereadores está se dispondo a ajudá-los naquilo que for possível e preciso”, ponderou Weverton Vetão.

O encontro contou ainda com a participação de representantes da Interassociação de Bairros de Itabira, Câmara de Dirigentes Lojistas, Ordem dos Advogados do Brasil e Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita). 

Fonte: Câmara Municipal de Itabira

 

 

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *