América e Atlético iniciam disputa pelo título mineiro: veja escalações e como acompanhar a final

 412 Visualizações

Quem será o campeão mineiro de 2021? América e Atlético começam a responder a essa pergunta neste domingo (16), a partir das 16h, no estádio Independência, no primeiro duelo da finalíssima do Estadual.

Acompanhe, a partir das 15h, a Jornada Esportiva da Itatiaia. Narrações de Mário Henrique “Caixa” (1ºT) e Enio Lima (2ºT), comentários de Edu Panzi e Junior Brasil, reportagens de Claudio Rezende, Emerson Romano, Emerson Pancieri e Thiago Reis, ancoragem de João Vitor Cirilo e plantão de Fabrício Calazans.

Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o Galo chega com a vantagem de jogar por dois empates ou derrota e vitória pela mesma diferença de gols. No entanto, o título está totalmente aberto. Dono do segundo melhor desempenho da fase inicial, o Coelho está descansado e credenciado pela classificação convincente sobre o Cruzeiro, com duas vitórias.

O confronto deste ano servirá também para desempatar as decisões entre os rivais. Nos últimos 22 anos, Galo e Coelho fizeram quatro finais do Mineiro, com duas conquistas para cada um.

Os dois times chegam para a decisão em situações diferentes. Enquanto o Atlético divide as atenções entre o Mineiro e a Copa Libertadores, o América pode se concentrar integralmente nas duas partidas da decisão, uma vez que teve o duelo contra o Criciúma, pela Copa do Brasil, adiado. Já o Galo enfrentou viagem para Colômbia, gás lacrimogêneo e um jogo duro contra o América de Cali, pela Libertadores, na última quinta-feira (13). Por isso, o técnico Cuca avalia que a vantagem obtida na primeira fase pode não significar muito.

“O Atlético tem uma vantagem, que é jogar por dois empates. É inegável que é uma vantagem, mas o América tem a vantagem de ter trabalhado o Atlético a semana inteira; o Atlético, não. Foi lá para a Colômbia, jogou um jogo complicadíssimo, fez uma viagem, ontem (quinta-feira) eram dez horas da noite a gente estava recém-chegado. Então, a nossa preparação para esse jogo não é a ideal, como foi a do América. Acho que o favoritismo já cai, já se nivela. Na semana que vem nós vamos ter outra viagem desgastante, outro jogo decisivo contra o Cerro e a final ainda baixou um dia, passou para sábado”, disse o treinador à TV Globo.

Cuca, inclusive, pode poupar alguns titulares. “A gente busca a fisiologia, preparação física, o jogador, que é o mais importante de todos, para ver quem está na melhor condição e poder jogar. Nós temos um elenco muito parecido, um ou outro que fique fora não vai fazer essa diferença”.

Do lado do América, Lisca teve a semana livre para treinar e estudar o Galo. “Semana de bastante estudo, bastante observação, olhar o Atlético jogar na quinta-feira (13), vendo jogos de outros clubes, futebol europeu”, disso o comandante alviverde.

“Dois jogos importantes para gente, que vão anteceder uma Série A. Expectativa de ser dois grandes jogos. A gente entra sabendo da força do adversário, mas sabemos da nossa também. Nesse primeiro jogo, em casa, vamos tentar reverter essa vantagem. Vai ser um jogo muito difícil, mas temos que valorizar nossa equipe”, destacou Lisca.

América x Atlético

América: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Eduardo Baurmann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Bruno Nazário; Felipe Azevedo e Rodolfo Técnico: Lisca

Atlético: Everson; Guga (Mariano), Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Jair), Tchê Tchê e Nacho; Keno, Savarino e Hulk. Técnico: Cuca

Fonte: Itatiaia

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.