VALE fornece cilindros de oxigênio para o Hospital Padre Estevam em Santa Maria de Itabira

 6,918 Visualizações

Foto: Plantão Santamariense

Ao longo do mês de março e primeira quinzena de abril, a unidade de urgência e emergência do Hospital Padre Estevam (HPE), em Santa Maria de Itabira, viu seu número de atendimentos crescer de forma absurda, devido aos casos de contaminados pelo Coronavírus. Muitos dos pacientes precisaram permanecer em observação, com oxigênio sendo ministrado para garantir a respiração e medicamentos administrados para controlar os piores sintomas da infecção.

Essa alta repentina da necessidade de oxigênio minou a capacidade operacional da unidade. Para garantir a disponibilidade do gás no tratamento dos pacientes que ocuparam as dependências do hospital, a Prefeitura realizou um repasse adicional de R$ 45.000,00, de recursos para o enfrentamento ao Covid-19, para o pagamento das recargas dos cilindros existentes que foram consumidos ao longo do período crítico. O HPE é mantido com os recursos mensais provenientes do convênio para o serviço de urgência e emergência, da ordem de 130 mil reais mensais. O repasse adicional foi realizado para a cobertura das despesas excepcionais devido ao aumento súbito de pacientes contaminados.

Além disso, como o número de cilindros disponíveis no hospital era pequeno e dificultava a logística de reabastecimento, que é realizado em Itabira, a Secretária de Saúde, Isabela Lott Drumond Duarte, iniciou uma negociação com a mineradora Vale, no intuito de possibilitar o empréstimo de cilindros adicionais para suprir a necessidade da unidade.

Ontem (15/04), o Analista de Relações Institucionais da Vale, Luiz Augusto Moysés de Magalhães, promoveu a entrega de 12 unidades de cilindros de oxigênio medicinal comprimido de 10m3, abastecidos, que ficarão cedidos ao município pelo período de 90 dias e foram direcionados para a utilização no Hospital Padre Estevam.

Por ocasião da entrega, estavam presentes o representante da mineradora, a Secretária Municipal de Saúde e o Presidente da associação responsável pela gestão da unidade de saúde, Ari Virgílio.

Segundo Isabela, “o apoio da Vale será fundamental para garantir mais flexibilidade na logística de abastecimento, em caso de acúmulo de novos casos de contaminação, além de, já inicialmente, prover o hospital de um estoque adicional de 120m3 para uso imediato, reduzindo os custos de recarga iminente. O HPE tem sido fundamental parceiro no combate ao vírus na cidade e a atual administração, como sempre, não tem medido esforços para garantir o suporte necessário para o pleno funcionamento da unidade de saúde”.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.