Bolsonaro declara apoio a Rodrigo Pacheco para a presidência do Senado

 245 Visualizações

*Por EM

Nome de situação na eleição para a presidência do Senado Federal, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) ganhou mais um aliado para a disputa ao cargo em 2 de fevereiro deste ano: Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente da República afirmou a preferência pelo mineiro em reunião com parlamentares do MDB.

Bolsonaro disse a senadores do MDB que apoiará Pacheco, nome de Alcolumbre ao Senado. Foto: reprodução
O MDB é um dos partidos que estuda lançar uma candidatura própria para disputar a presidência do Senado. A decisão de Bolsonaro foi informada pelo próprio governante no fim da tarde dessa sexta-feira (08/01), durante o encontro com os senadores emedebistas. Oficialmente, o presidente ainda afirma neutralidade na eleição.
 
Até o momento, somente Pacheco, candidato do atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), é nome certo na disputa para a presidência no biênio 2021-2022. Além de MDB, há chances de outras legendas lançarem candidaturas próprias.
 
Três partidos já anunciaram apoio a Pacheco: PSD, Pros e Republicanos, confirmado nessa sexta. Esse partido, inclusive, é o de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.
 
 
Com as três legendas mais o Democratas, partido do senador mineiro, são 22 parlamentares que têm o voto comprometido. O Senado conta com 81 senadores.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.