ELEIÇÕES 2020 – Kalil lidera com folga corrida na eleição para Prefeitura de BH, aponta pesquisa

 319 Visualizações

Instituto Paraná Pesquisas divulgou, nesta terça-feira, uma pesquisa de intenção de voto para a Prefeitura de Belo Horizonte nas eleições municipais deste ano. O atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), lidera com folga em todos os cenários estabelecidos pelo levantamento.
 
Em uma primeira situação, sem indução do entrevistador, 59,8% dos entrevistados disseram não saber em quem votar. Já 26,7% citaram o nome de Kalil, enquanto outros 9,5% afirmaram que não votariam em ninguém. Deputada federal, Áurea Carolina (Psol-MG) foi a única oponente com mais de 1% dos votos nesse cenário, com 1,5% das menções.
 
Em um primeiro cenário estimulado, com a apresentação de 14 nomes, Kalil é citado por 55,9% dos eleitores. Outros 14% afirmam que não votariam em nenhum dos candidatos, enquanto 7,1% não sabem. Nessa situação, os oponentes que mais se aproximam do atual prefeito são: o deputado estadual João Vítor Xavier (Cidadania), com 6,5%; a parlamentar federal Áurea Carolina, com 4,1%; e o engenheiro Rodrigo Paiva (Novo), com 3%.
 
 
 
Em novo recorte estimulado, com somente nove nomes, o atual prefeito novamente se sobressai, com 56,5% das citações. As opções nenhum (14,9%) e não sabe (6,8%) também batem qualquer rival de Kalil. Outra vez, João Vítor Xavier, com 6,7%, Áurea Carolina, com 4,4%, e Rodrigo Paiva, com 3,7%, são os que mais se aproximam do atual chefe do Executivo.
 
A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 25 de julho deste ano, com margem de erro de 3,5%, de acordo com o Paraná Pesquisas. O pleito deste ano acontecerá em 15 de novembro (primeiro turno) e 29 do mesmo mês (segundo turno, caso necessário).

Potencial eleitoral dos pré-candidatos

 
 
O levantamento do Paraná Pesquisas tambéme estbelece em quem o eleitor escolheria “com certeza”, “de jeito nenhum” ou que talvez “poderia votar”. Segundo os dados, 37,8% votaria com certeza em Kalil, enquanto o rival com números mais próximois é João Vítor Xavier, com 2,9%.
 
Já sobre candidatos que os eleitores talvez “poderiam votar”, Kalil lidera novamente, com 33%. João Vítor Xavier é o mais próximo, com 27%. O atual prefeito é o menos citado quando se fala em um candidato que não votaria “de jeito nenhum”, com 27,3%.
 
Apoiado naturalmente pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), o correligionário Rodrigo Paiva lidera esse quesito, com 48,2%. Essa coluna é considerável também para outros dois candidatos: João Vítor Xavier, com 45,9%, e o também deputado estadual Bruno Engler (PRTB), com 44,5%, que é considerada a opção que mais se aproxima aos princípios do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e seus apoiadores.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.