Prefeito anula Portaria que dispensaria 177 professores da rede municipal de Itabira

 196 Visualizações

Foto: Whatsapp/reprodução

O prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães (PTB), anunciou nesta segunda-feira (22), que anulará a  Portaria (83/20), que dispensaria 177 profissionais temporários da Educação, contratados pela Secretaria Municipal de Educação. A decisão foi apresentada durante reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Municipais (Sintsepmi), e comissão formada pelos professores, que tiveram seus contratos suspensos em 29 de maio deste ano.

A medida publicada em Portaria, segundo o Governo Municipal, foi adotada por insuficiência de recursos. Com a Portaria (83/20), estavam dispensados 177 profissionais temporários da Educação que já tinham vínculos com outras instituições ou estariam aposentados. 

Na época, a Prefeitura apontou impactos da pandemia do novo coronavírus na arrecadação, que sofreu queda diante da redução e suspensão de atividades econômicas em todo o país. O Governo Municipal projeta, até este mês de julho, uma queda de R$ 37,1 milhões na arrecadação. A prefeitura alegou ainda que os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), utilizados no pagamento dos professores, sofreriam impacto significativo.

Ainda de acordo com o Governo os professores, além de terem a suspensão revogada, receberão integralmente os vencimentos do mês de junho.

Ouça o pronunciamento do prefeito Ronaldo Magalhães:

LEIA MAIS

Comentários 1

  1. Alana says:

    É ? E quem fez concurso e passou. Sobrevive como? Roubando?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.