COVID-10 – Vendas de medicamentos aumentam durante a pandemia, e farmacêuticos alertam sobre o risco da automedicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 142 Visualizações

“Não entre em pânico e antes de usar qualquer medicamento, consulte o farmacêutico”. Com este pedido, nesta terça-feira (5), os conselhos de farmácia vão iniciar uma campanha para alertar sobre a importância do uso racional de medicamentos. O objetivo é conscientizar as pessoas sobre o risco da automedicação.

Dados do CRF/MG mostram que as vendas do ácido ascórbico, popularmente conhecido como vitamina C, aumentaram em 191,52%. Também foi constatado um crescimento de 75% nas compras de hidroxicloroquina, utilizada no tratamento de lúpus.

Outros medicamentos como dipirona sódica, paracetamol e colecalciferol (vitamina D) também fazem parte da lista dos remédios mais vendidos durante a pandemia. Ainda, segundo o conselho, o ibuprofeno foi o único medicamento que apresentou queda neste primeiro trimestre.

Estes números retratam o hábito da automedicação. De acordo com o Conselho Federal de Farmácia, cerca de 47%, dos brasileiros se automedicam pelo menos uma vez por mês. Ou seja, quase metade da população. Os farmacêuticos alertam: todos os medicamentos oferecem riscos para a saúde.

“Os riscos são mais graves em relação a hidroxicloroquina, medicamento indicado para tratar doenças como o lúpus eritematoso. Da mesma forma que a cloroquina, a hidroxicloroquina pode causar problemas na visão, convulsões, insônia, diarreias, vômitos, alergias graves, arritmias (coração batendo com ritmo anormal) e até parada cardíaca”, afirma o conselho.

O órgão reforça que o “uso de hidroxicloroquina ou cloroquina em pacientes internados com teste positivo para o novo coronavírus ainda não tem evidências representativas” e orienta que as pessoas busquem orientações de farmacêuticos que trabalham seguindo as recomendações da Anvisa, principalmente em tempos de pandemia.

 

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *