ACUSADO DE RACHADINHA – Vereador de Itabira tem a prisão domiciliar concedida pela Justiça

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 97 Visualizações

Vereador está preso há mais de um mês

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) concedeu a prisão domiciliar ao vereador Agnaldo Vieira Gomes. Ele está no Presídio de Itabira ha cerca de 45 dias.  Aguinaldo Enfermeiro é investigado pelos crimes de rachadinha e assédio sexual.

Agnaldo Vieira preso por policiais militares em março depois de ser procurado por cerca de oito meses. O vereador foi detido quando parou para almoçar em um restaurante no bairro Chapada, em Itabira.

Segundo as investigações, Agnaldo Vieira, é suspeito de coagir testemunhas no decorrer das investigações que apurava a prática do crime de “rachadinha” na Câmara Municipal de Itabira.

A pedido da defesa do vereador, a justiça concedeu a prisão domiciliar no processo da rachadinha e na última segunda-feira (6) expediu o alvará de soltura, porém o vereador continua preso, já que também é investigado pelo crime de assédio sexual, que também teria ocorrido dentro da Câmara.

 

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *