Secretaria de Saúde em Itabira compra 10 mil testes rápidos para o novo coronavírus

A Prefeitura de Itabira, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), adquiriu cerca de 10 mil testes rápidos para realizar o diagnóstico da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Os exames devem chegar a partir de 13 de abril – previsão dada pelo fornecedor a SMS. A compra foi confirmada pela Secretária Municipal de Saúde, Rosana Linhares, ao Via Comercial na manhã desta quinta-feira (02). 

Ainda de acordo com Rosana, o objetivo é aumentar a capacidade do diagnóstico da doença. “Ontem fechamos a compra em processo realizado anteriormente e além dos testes para a Covid-19, adquirimos também outros 10 mil testes para a influenza (H1N1)”, acrescentou. A testagem da Medlevensohn para o novo coronavírus foi validada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O exame rápido utiliza uma pequena amostra de sangue ou das mucosas do paciente, e apresenta resultado em cerca de 10 minutos. De acordo com a empresa, o teste possui confiabilidade de 99,3%, isto é, de cada 100 casos testados, 99,3 apontarão um resultado correto.

Rosana acredita que com a chegada dos testes, Itabira oferecerá mais segurança e controle durante o isolamento domiciliar interferindo na curva de contaminação do novo coronavírus no município. “Uma outra ação adotada em nosso sistema de atendimento a pandemia do novo coronavírus é a instalação de dois contêneires no pronto socorro municipal de Itabira, para que tenhamos o primeiro contato, a triagem, as pessoas que apresentem os sintomas para o coronavírus”, antecipou. 

A aquisição de kits para detecção de influenza também é relevante ao Município, pois a gripe é uma doença sazonal, mais frequente em períodos frios. A patologia recebe esforços também com a campanha de vacinação, antecipada neste ano e iniciada em 23 de março (dividida em fases para atender grupos prioritários).

A Administração Municipal adquiriu ainda 20 mil máscaras de proteção da empresa 2S Suprimentos, com investimento de R$ 130 mil. O foco é proteger, sobretudo, os trabalhadores da saúde, que estão na linha de frente contra a Covid-19.

As caixas com os 10 mil testes custaram ao município R$1.365.000,00 (Um milhão trezentos e sessenta e cinco mil reais).

LEIA MAIS

Comentários 1

  1. Alana says:

    COMPRAR?! ERA OBRIGAÇÃO DA VALE DOAR PARA ITABIRA, TERRA NATAL DA EMPRESA 200 MIL TESTES GRATUITOS. BRASILIEIRO SÓ VAI APRENDER NA DOR E SOFRIMENTO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.