RELIGIÃO – Diocese Itabira anuncia medidas preventivas contra o coronavírus

 262 Visualizações

Dom Marco Aurélio Gubiotti,
Bispo Diocesano – Foto: divulgação

Em decorrência do complexo quadro de pandemia de COVID-19 (Coronavírus) no mundo e, em particular no território brasileiro, a Diocese de Itabira-coronel Fabriciano, divulgou em seu site oficial medidas preventivas contra o avanço do coronavírus. “Em nossa Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano, oriento nossas comunidades de fé a seguirem as seguintes recomendações, em comunhão com a Igreja do Brasil e em sintonia com as indicações dos especialistas em saúde pública”, informa pelo comunicado Dom Marco Aurélio Gubiotti
Bispo Diocesano.

De acordo com a Diocese, desde ontem (16), encontra-se suspensa, por quinze dias, a realização de encontros de catequese e outros encontros pastorais (formação, espiritualidade, etc.), nos níveis paroquial, regional e diocesano. a nota solicita ainda que sejam redobrados os cuidados com a limpeza dos espaços religiosos nas comunidades de fé, e em outros ambientes eclesiais, e reforça atenção especial aos padres e diáconos, além dos ministros extraordinários na distribuição da Comunhão Eucarística.

A Diocese ainda recomenda que idosos e enfermos fiquem em casa e suspende o atendimento aos mesmos nos hospitais, asilos e em suas residências por parte dos ministros extraordinários da distribuição da Comunhão Eucarística. Ainda de acordo com a Diocese nos próximos 15 dias fica suspenso o atendimento dos mutirões de confissão, inclusive o evento “24 Horas para o Senhor”.

Dom Marco Aurélio Gubiotti solicita ainda aos fiéis que as Celebrações Eucarísticas sejam celebradas em ambientes abertos e bem arejados, ou quando possível, ao ar livre. “Que não deixemos de manifestar nossa olidariedade às famílias enlutadas, mas que as celebrações de exéquias, oportunidade de reafirmar nossa fé na ressurreição, sejam realizadas de modo simples e breve. Reafirmamos as indicações pastorais publicadas no dia 29 de fevereiro ao receber a Sagrada Eucaristia nas mãos, suspender o abraço da paz e não se dar as mãos na oração do Pai-Nosso”, recomenda.

LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.